X

Toni Nadal acredita que Rafa pode superar número de Slams de Federer

Quarta, 25 de setembro 2019 às 13:14:06 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Mesmo quando não está atuando como diretor dos torneios pelos quais é responsável em Mallorca, o espanhol Toni Nadal faz questão de manter-se presente no esporte dando alguma de suas opiniões.



Desta vez, em conversa com a agência espanhola EFE, Toni falou mais um pouco sobre seu sobrinho e ex-pupilo. Segundo ele, a lesão que Rafa sentiu na mão esquerda durante a Laver Cup não deverá prejudicar seu fim de ano. “Ele desistiu do último dia da Laver para não forçar muito e poder chegar ao fim do ano em boa forma. Às vezes, se você tem um pequeno problema e não dá a devida atenção, pode se transformar em um grande problema. Com um pouco de repouso ele logo estará bem”. Seguindo no fim de temporada do sobrinho, garantiu ainda que o objetivo do número dois do mundo para o que resta de 2019 está muito bem definido. “Vencer o ATP Finals seria a cereja no topo do bolo para este ano, pois nunca conseguiu conquistá-lo, além claro de estar focado em terminar o ano como número 1”, aponta Toni, que reconhece ter estado muito nervoso durante a final do US Open. “Me preocupei bastante a partir do terceiro set, quando Rafa perdeu o controle o jogo e se complicou totalmente. Medvedev começou a jogar melhor e pouco a pouco a partida foi se enrolando. Mas quando ele venceu, senti uma grande felicidade e alívio”, comentou. Respondendo ainda à pergunta inevitável de quem deverá encerrar a carreira como maior vencedor de Grand Slams, o espanhol tem total confiança em seu sobrinho, embora não o coloque como maior de todos os tempos. “Entendo que ele ainda tem 33 anos, mas Federer é maior, sem dúvidas. No dia de hoje, Rafael é mais favorito que Federer a vencer o Australian Open e Roland Garros. Apostaria em meu sobrinho para terminar a carreira com mais Grand Slams”.