X

Após pensar na retirada, Andújar chega às 8ªs de um Slam pela 1ª vez aos 33 anos

Sábado, 31 de agosto 2019 às 17:13:55 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Aos 33 anos, o espanhol Pablo Andújar, 70º da ATP, chegou às oitavas de final do US Open pela primeira vez na carreira após superar o cazaque Alexander Bublik, 75º. Antes disso, o tenista precisou se recuperar de três cirurgias no cotovelo.



Em um duelo de gerações, a experiência do espanhol  falou mais alto e ele precisou de 1h59 para fechar o placar diante do cazaque de 22 anos em  6/4 6/3 6/2 tendo convertido três aces contra sete do cazaque, que cometeu seis duplas-faltas contra três de Andújar, que disparou 39 bolas vencedoras contra 38 de Bublik, que cometeu 35 erros não-forçados contra 19 do espanhol.

Nas oitavas de final do US Open, Andújar aguarda pelo vencedor da partida entre o francês Gael Monfils e o canadense Denis Shapovalov.

História de superação

Jogando com proteção em seu cotovelo direito, Andújar levou para as quadras de Flushing Meadows seu histórico recente, no qual entre 2016 e 2018 foi submetido a três cirurgias no mesmo cotovelo direito, em 2017 chegou a cogitar a aposentadoria do tênis profissional, assim como no ano anterior, mas seguiu arriscando. Na primeira rodada do Rio Open em 2018 conquistou sua primeira vitória em nível ATP após dois anos. Mesmo ainda sofrendo com dores e a dúvida de permanecer no tênis profissional Andújar insistiu, ficou dois meses fora das quadras após a vitória no Rio e a necessária desistência por lesão na aprtida seguinte. Voltou em maior com títulos no challenger de Alicante, no ATP de Casablanca.

Em 2019 conquistou o título do Challenger de Marbella batendo o francês Benoit Paire, no Challenger de Alicante batendo o compatriota Pedro Martinez e teve sua sequência de 14 vitórias consecutivas paradas por Paire na final do ATP de Marrakesh, no Marrocos. No ano, andújar ainda conquistou o título do Challenger de Prostejov, na Repúblcia Tcheca, e fez semifinal no ATP de Gstaad, na Suíça.

Em sua carreira, esta foi a terceira vez que o espanhol jogou a terceira rodada de um Grand Slam. Anteriormente, Andújar fez terceira rodada em Roland Garros e Wimbledon, ambos em sua edição 2015.