X

Pliskova sofre contra Jabeur e avança às 8ªs do US Open. Barty bate Sakkari

Sexta, 30 de agosto 2019 às 16:05:00 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

A briga pelo número 1 do mundo segue firme em Noav York, nesta sexta-feira a tcheca Karolina Pliskova, terceira do ranking, venceu com sofrimento a tunisiana Ons Jabeur. Já a australiana Ashleigh Barty, vice-líder, bateu a grega Maria Sakkari com tranquilidade.



Apesar de um inicio matador em que abriu 4/0 15 minutos, a tcheca precisou de 2h08 para fechar o placar em 6/1 4/6 6/4 tendo disparado 10 aces contra 10 da tunisiana, que cometeu 43 erros não-forçados contra 27 da tcheca, que disparou 31 bolas vencedoras contra 49 de Jabeur.

Após a partida, a tcheca analisou o sufoco que passou: "Ela [Jabeur] melhorou muito no segundo set e ela é uma jogadora daquelas lutadora que devolve a bola de qualquer posição da quadra, que joga muito com vários slices, cortando golpes, que é o tipo de jogo que honestamente é difícil pra mim", declarou a tcheca.

Na sequência, ela que foi finalista do Slam nova-iorquino em 2016, comentou que a chave para a vitória esteve em ter conseguido "sacar muito bem em momentos decisivos, principalmente do terceiro set" e pontuou a máxima dificuldade da partida: "Eu sabia que precisava ser agressiva, mas nem sempre pude".

A tcheca segue firme na briga pelo número 1 e busca repetir ao menos o vice-campeonato conquistado no torneio em 2016. Para isso, encara nas oitavas de final a vencedora da partida entre a britânica Johanna Konta e a chinesa Shuai Zhang. 

Barty avança com tranquilidade

Já a australiana Ashleigh Barty, vice-líder da WTA, também segue na briga pelo número 1 e bateu com certa tranquilidade a grega Maria Sakkari, 29ª, após 1h27 com placar 7/5 6/3 tendo disparado 11 aces contra um da grega, que cometeu 39 erros não-forçados contra 23 da australiana, que disparou 17 bolas vencedoras contra 12 de Sakkari.

Nas oitavas de final, Barty encara a vencedora da partida entre a chinesa Qiang Wang e a francesa Fiona Ferro.