X

Ferrer sofre derrota e dá adeus ao tênis em Madri

Quarta, 08 de maio 2019 às 18:23:30 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Em uma partida extremamente emotiva e com um verdadeiro clima de Copa Davis, chegou ao fim, nesta quarta-feira, a extremamente vitoriosa carreira do espanhol David Ferrer (#144), ex-número 3 do mundo, aos 37 anos de idade.



A última partida da carreira do espanhol foi um verdadeiro duelo de gerações contra o alemão Alexander Zverev (#4), de apenas 22 anos, uma diferença que pesou ao final, com a vitória do alemão por 6/4 6/1 em 1h10 de partida. Este foi o oitavo encontro dos dois tenistas e a quinta vitória de Zverev, que havia sido derrotado pelo espanhol há pouco mais de um mês, no Masters 1000 de Miami.

Foram 19 anos de carreira para o espanhol, que se profissionalizou no ano 2000 e chegou a figurar na terceira posição do ranking. Ao todo, foram 27 títulos em nível ATP e 25 vice-campeonatos. Dentre suas grandes conquistas estão o título do Masters 1000 de Paris em 2012, a final de Roland Garros em 2013, a final no ATP Finals em 2007 e o tricampeonato na Copa Davis, em 2008, 2009 e 2011.

O espanhol ainda tem vice-campeonatos no Masters 1000 de Paris e Miami em 2013, em Xangai e Monte Carlo em 2011, e no Masters 1000 de Roma em 2009. Sua carreira se encerra com 735 vitórias e 377 derrotas. No Brasil Ferrer também fez história, tendo conquistado o título do Rio Open em 2015.

Seguindo no torneio, Zverev agora tem em seu caminho o polonês Hubert Hurkacz (#52), que também nesta quarta-feira, superou o francês Lucas Pouille (#28) por 7/5 6/1.