X

'Nunca aceitaria dinheiro para perder uma partida', se defende Feijão

Segunda, 08 de abril 2019 às 20:31:54 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

No primeiro comunicado enviado à imprensa, João Olavo Souza, o Feijão, teceu poucas palavras, mas se defendeu. O tenista foi suspenso provisoriamente no sábado pelo TIU, a Unidade de Integridade do Tênis, mas teve a mesma revogada no domingo.



"Gostaria de comunicar que minha suspensão provisória foi revogada pelo TIU, o Tennis Integrity Union. É com muita alegria que recebi essa notícia. Nunca iria aceitar receber vantagens financeiras para perder uma partida, além de ser anti-ético, vai contra tudo que penso e coloco em prática na minha vida e carreira", disse Feijão que viaja esta semana para uma série de três challengers, o primeiro no México.

"Sigo treinando firme e forte assim como vinha fazendo nas últimas semanas para voltar aos torneios como programado na próxima semana em San Luís Potosí, no México. Estarei aguardando a próxima orientação do TIU e a designação de data para eventual julgamento definitivo".

De acordo com reportagem do Globoesporte.com publicada nesta segunda-feira, Feijão estaria sendo investigado na partida de duplas do challenger de Morelos, no México, em fevereiro onde atuou ao lado do mineiro João Menezes e perderam diante dos colombianos Santiago Giraldo e Daniel Galan por 7/6 6/3. O motivo seria que o atleta não teria se esforçado para vencer o jogo.