X

Organização do Brasil Open refuta contestações de convite para Cuevas

Sábado, 23 de fevereiro 2019 às 19:36:00 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

A organização do Brasil Open enviou, na noite deste sábado, uma nota de esclarecimento sobre as contestações de Rogério Dutra Silva e Thomaz Bellucci sobre um dos convites dados ao uruguaio Pablo Cuevas na competição.

 

 



A organização defendeu o wild-card dado ao tricampeão do torneio.

 

"Ao contrário das declarações de Rogério Dutra Silva e Thomaz Bellucci, na noite desta sexta-feira, em coletiva de imprensa no Rio de Janeiro, a organização do Brasil Open 2019 esclarece que já havia dado um wild card (convite) para os dois tenistas nas duplas, mesmo antes deles entrarem em quadra para jogar as semifinais do ATP do Rio de Janeiro.

Dutra Silva e Bellucci optaram por jogar a final de duplas no Rio e ficaram fora do qualifying do Brasil Open. Privilegiamos sim os jogadores brasileiros, principalmente a nova geração, visto os convites dados a João Menezes (qualifying) e Thiago Wild (chave de simples) e Igor Marcondes/Rafael Matos (chave de duplas). Dos sete convites que temos, seis foram dados a brasileiros: Menezes, Wild, Thiago Monteiro (número 1 do Brasil), João Souza (quali) e Rogério Dutra Silva/Thomaz Bellucci.

Contestada por Dutra Silva e Bellucci, nossa opção pelo convite ao uruguaio Pablo Cuevas é contundente. Ele tem uma relação histórica com o nosso torneio. É o único tricampeão consecutivo do Brasil Open (2015, 2016 e 2017) e vem tendo um bom início de temporada com uma semifinal em Córdoba, quartas em Buenos Aires e semifinal ou final no Rio de Janeiro (ele ainda joga a semifinal hoje à noite).

Lamentamos que nenhum brasileiro tenha conseguido entrar direto na chave."