X

Del Potro pede investigação de corrupção e diz: 'Não há espaço pra máfia'

Sexta, 22 de fevereiro 2019 às 14:33:42 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

O número 1 da Argentina e quarto do mundo, Juan Martín del Potro, manifestou seu apoio ao compatriota Marco Trungelitti, que denunciou em 2015 o contato de um representante de máfia das apostas e que comentou estar sendo discriminado no circuito.



"Denunciar é o correto nestas circunstâncias. O que é preciso fazer é investigar e determinar quem é o culpado de tudo isso. Todos buscamos jogar limpo e conscientizar os jovens disso, não há no tênis espaço para as mafias", decretou.