X

Roddick diz que campanha no Australian Open mudou a carreira de Tiafoe

-->
Segunda, 11 de fevereiro 2019 às 15:50:30 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

O ex-número 1, Andy Roddick, foi o último norte-americano campeão de Grand Slam, com o título em casa no US Open 2003, concedeu uma entrevista ao site da ATP e falou sobre a atuação do jovem compatriota France Tiafoe em Melbourne.



“É muito bom. Este é o progresso que queremos ver. Você quer que sua trajetória subindo, sem muitos tropeços", iniciou a fala.“Eu acho que a Austrália foi algo enorme pra ele. Acho que jogar semana sim, semana não é uma coisa, acho que venceu partida realmente duras, melhor de cinco sets no decorrer de duas semanas o faz dele um 'animal' completo físico e mentalmente, isso é um grande degrau pra ele. Vamos ver o que ele se construirá disto", opinou.
Roddick, que tem 36 anos e se aposentou na proximidade de seu aniversário de 30 anos, ainda comentou o 'envelhecimento do tênis' e do fato dos Estados Unidos ter seu número 1 em John Isner, de 33 anos. “Eu não sei se há essa tendência do tênis ficar melhor com a idade, John, estatisticamente, tem tido seus melhores anos agora, ainda mais em Grand Slams, com o título de Miami, que ele fez sua real prioridade terminar no top 10. Estar lá aos 33 anos é realmente muito legal, da perspectiva de amigo, mas também profissional, é [bom] vê-lo fazendo as coisas certas e alcançando esse novo nível em sua carreira", opinou.