X

Capitão brasileiro admite ter sido surpreendido pela equipe belga

Sábado, 02 de fevereiro 2019 às 21:15:00 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Após a derrota no quarto jogo do confronto entre Brasil e Bélgica pelo qualificatório do Grupo Mundial da Copa Davis, o número 1 do Brasil e 107º do mundo, Thiago Monteiro, analisou a derrota e foi seguido pelo capitão brasileiro.



“Meu adversário jogou um nível alto de tênis, com bolas muito profundas. Sacou muito bem nos momentos importantes. Tive algumas oportunidades de break que poderiam mudar a situação da partida, mas ele salvou com bons saques. Estou triste com a derrota”, confessou o cearense, que em sua quinta convocação para a Davis jogava pela primeira vez em casa.

João Zwetsch, capitão brasileiro no torneio, lamentou a derrota: "Foi uma derrota muito dura, um momento muito difícil para toda a equipe, fomos surpreendidos pelo final de semana inspirado da equipe belga, com um tênis de alto nível do Coppejans e da dupla belga. Perder já é ruim e perder em casa é sempre muito dolorido para todos nós. Lamentamos muito".

Ainda em Uberlândia, a federação Internacional de Tênis (ITF) homenageou Thomas Koch em razão da quantidade de jogos que disputou na Copa Davis. Thomaz começou a vestir a camisa verde e amarela pela primeira vez em 1962, defendeu o Brasil em 74 partidas de Copa Davis, vencendo 44 jogos de duplas e simples. Koch foi presenteado com um troféu de cristal do “Commitment Award”.