X

Djokovic: 'É genial voltar à semi após três anos'

Quarta, 23 de janeiro 2019 às 11:08:53 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Novak Djokovic vibrou com sua vitória e vaga na semifinal após três anos no Australian Open. Ele lamentou porém a lesão na coxa de Kei Nishikori que vinha de batalha de 5h15 nas oitavas contra o espanhol Pablo Carreño.  



Djokovic jogou apenas 52 minutos e viu o nono do mundo abandonar quando marcava 6/1 4/1: "Me sinto genial após voltar às semis aqui após três anos. Este foi meu Grand Slam de maior êxito na minha carreira, o primeiro que ganhei. Tenho bonitas memórias da Rod Laver Arena. Este torneio te ajuda a começar bem o ano e ganhar confiança para o resto da temporada. Essa creio que é uma das razões pelas quais sempre tentei ir bem aqui e jogar meu melhor tênis para começar bem a temporada", disse o sérvio: "Ganhei a maioria das partidas em que enfrentei o Kei, mas ele foi top 10 durante mutos anos e ganhou de muitos top. Sabia que se estivesse bem fisicamente seria duro, mas sinto muito que ele estava com dores, não deve se sentir bem abandonando um Slam assim", seguiu.

Ele encara por vaga na final o francês Lucas Pouille, 31º e que jamais tinha vencido uma partida em Melbourne até esta edição: "Sempre pensei que Lucas foi um jogador de muita qualidade. O que fez neste torneio é fantástico. Ganhou partidas diante de tenistas muito bons como o Milos e o Coric. Nos últimos dois anos necessitou algo a mais em consistência, mas com a qualidade que tem merece estar entre os 10, 15 primeiros do mundo. É divertido que nosso primeiro encontro seja aqui. Treinamos muitas vezes juntos e nos conhecemos muito bem. Espero que nós dois estejamos prontos e preparados para um grande espetáculo".