X

Djokovic vê abandono de Nishikori e vai à semi do Australian Open

Quarta, 23 de janeiro 2019 às 07:45:01 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Número 1 do mundo, Novak Djokovic precisou trabalhar por apenas 52 minutos na Rod Laver Arena nesta quarta-feira para garantir vaga nas semifinais do Australian Open, primeiro Grand Slam da temporada, disputado sobre o piso duro.



O sérvio vencia o japonês Kei Nishikori, nono colocado, por 6/1 4/1 quando o samurai optou pelo abandono com dores na coxa direita. Nishikori vinha de batalha de 5h15min contra o espanhol Pablo Carreño nas oitavas de final. Esta é sua 16ª vitória em 18 jogos contra o asiático.

Esta será a sétima semifinal do tenista no torneio, 34ª na carreira. Sempre que ele atingiu essa fase rumou ao troféu. Nole segue perseguindo seu sétimo título o que seria o recorde na competição onde Roger Federer e Roy Emerson têm seis conquistas.

Seu adversário será o francês Lucas Pouille, 31º, que jamais tinha vencido um jogo no Australian Open até esta edição. Pouille bateu em quatro sets o canadense Milos Raonic por 7/6 (7/4) 6/3 6/7 (7/2) 6/4. O duelo é inédito.

O jogo

Desde os primeiros games era notório que Nishikori estava mais lento, não chegava tão bem nas bolas e que Djokovic não teria muito trabalho. O sérvio conseguiu quebra, abriu 3/0, Kei lutou, fez um game, teve chances de marcar o segundo, mas tomou passada e perdeu o set por 6/1.

Ele pediu atendimento com problemas na coxa, tentou jogar o segundo set, mas nem o saque andava. Foram mais duas quebras e Djokovic abriu 4 a 1. Nishikori não suportou e abandonou.