X

Nadal: 'No fim, admiramos os rivais, pois compartilhamos as coisas importantes'

-->
Sábado, 12 de janeiro 2019 às 04:35:55 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Em sua primeira entrevista coletiva em Melbourne, o espanhol Rafael Nadal falou bastante sobre a aposentadoria de Andy Murray, com quem disputa torneios desde os 13 anos e falou sobre a recuperação de lesões e como se conhece o momento de parar.



“Quando você vai para a quadra todos os dias sem um objetivo claro porque você não consegue se mover bem, porque você tem dor, então está aí o momento de tomar uma decisão", explicou o espanhol ao falar de Murray.

“Eu não cheguei nesse ponto. Sou um cara positivo. Sempre tenho a sensação de que vamos consertar. Mas é claro que há períodos em que você não enxerga a luz. É difícil", completou.

O espanhol reconheceu que manter-se focado em treinos e treinos físicos sem ver resultados para as dores ou uma evolução é difícil principalmente do ponto de vista mental, porém ressalta que sabe que "o tênis não é para sempre", mas seguirá dando o de melhor para viver o esporte.

Ainda sobre Murray, nadal brincou que o rival "quando criança" era um "garoto mal", mas demonstrou admiração: "No fim de tudo você admira muito seus rivais porque nós compartilhamos muitos momentos importantes de nossas vidas. Nós compartilhamos os mais importantes estádios do mundo competindo pela coisa mais importante, isso é algo impossível de se esquecer", completou.