X

'A meta era chegar à final da Hopman. Amo o começo de temporada', diz Federer

-->
Quinta, 03 de janeiro 2019 às 17:07:51 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

O suíço Roger Federer, terceiro colocado no ranking, não vem dando chances para seus adversários na Copa Hopman 2019. Após três vitórias em três jogos de simples, ele se diz contente com seu nível e com a vaga na final.



Veja mais:

Federer vence Tsitsipas e leva a Suíça à final da Hopman

Garantidos na final, Federer e Bencic perdem para gregos na Hopman

 

Nesta quinta-feira, Federer venceu seu terceiro jogo sem perder um set sequer durante a semana em Perth, na Austrália, garantindo a Suíça na liderança do Grupo B. Porém, o triunfo por 7/6(5) 7/6(4) sobre o grego Stefanos Tsitsipas foi delicado e o dono de 20 Grand Slams enalteceu o seu adversário.

"Estou feliz, essa era a meta, chegar à final. Acho que joguei bem e foi um jogo fantástico contra o Stefanos. Foi a primeira vez que joguei diante dele. Em geral acho que posso fazer bem o meu jogo aqui, pois quando você começa bem com o seu serviço, a quadra é rápida e é mais fácil de mantê-lo", iniciou, sobre o torneio misto e de exibição entre nações.

"Ele (Tsitsipas) é um ótimo sacador e acha bem os cantos (da quadra). Aprendi sobre o seu jogo. De minha parte, tenho que manter um bom nível e a verdade é que estou feliz com a forma que está o meu jogo. A verdade é que fiquei impressionado com o que vi de Stefanos. Jogamos uma boa partida, sem muitos erros", enfatizou.

Para finalizar, Roger destacou que gosta bastante da logística em cada início de temporada. "Eu amo esse começo de temporada, esse fato de vir com a família de Dubai (onde faz a pré-temporada) para Perth, sem ter que jogar vários jogos seguidos, tendo aquele descanso. Porém, ao mesmo tempo, você sabe que tem que estar preparado porque o nível dos jogadores é alto", finalizou o jogador de 37 anos de idade.

Após perder o confronto contra a Grécia, decidido nas duplas mistas nesta quinta, os atuais campeões suíços Federer e Belinda Bencic aguardam a definição do time que enfrentarão na grande decisão. Na sexta-feira (4), a Alemanha, de Alexander Zverev e Angelique Kerber (atuais vice-campeões), encara a Austrália, de Matthew Ebden e Ashleigh Barty, em duelo que valerá o primeiro lugar do Grupo A e, consequentemente, a outra vaga na final.