X

Djokovic busca nova virada e está na semifinal em Doha

Quinta, 03 de janeiro 2019 às 14:54:53 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Mais uma vez o líder do ranking mundial, o sérvio Novak Djokovic, teve que suar a camisa para passar de fase no ATP 250 de Doha, no Qatar, seu primeiro torneio oficial da temporada. Repetindo o que fez na última quarta-feira, ele virou o placar e se garantiu na semi.



Com parciais de 4/6 6/3 6/3 em 1h56, Djokovic derrotou pela primeira vez na carreira o georgiano Nikoloz Basilashvili, quinto favorito e 21° do mundo, e garantiu sua vaga na penúltima fase do evento em quadras duras e abertas com premiação de US$ 1,3 milhão.

Vale lembrar que Novak vem do tetracampeonato no Mubadala World Tennis Championship, competição amistosa que aconteceu na semana passada em Abu Dhabi.

Campeão do campeonato catariano em 2016 e em 2017, Djoko vai enfrentar, por vaga em sua 106ª final como profissional, o espanhol Roberto Bautista Agut, sétimo cabeça e 24° da ATP, que bateu, também nesta quinta, o suíço Stan Wawrinka, ex-número 3 e atual 66°, por um duplo 6/4.

Djokovic e Bautista já se enfrentaram em oito oportunidades, com sete vitórias para o tenista de Belgrado. Na última partida entre eles, vitória do sérvio por 6/4 6/7(6) 7/6(4) 6/2 na terceira rodada da última edição de Roland Garros, no saibro. Os dois se enfrentarão já nesta sexta-feira.
O jogo

Quebras no começo de cada parcial definiram os dois primeiros sets do duelo. No início, Basilashvili superou o saque sérvio logo no primeiro game. Ele voltou a quebrar Novak no quinto game, que diminuiu o prejuízo no sexto, devolvendo uma das quebras, mas não foi o suficiente. Nikoloz administrou e saiu na frente com 6/4.

No segundo set, outra quebra logo no comecinho. Dessa vez, Djoko foi quem superou o saque adversário, o quebrando no segundo game, conduzindo muito bem o placar e empatando em 6/3.

Na terceira e decisiva parcial, Djokovic parecia que ia deslanchar quando quebrou logo no primeiro game. Porém, o georgiano igualou em seguida. A igualdade permaneceu até o quinto, quando o número 1 rompeu o serviço do rival novamente e depois só manteve o seu para fechar a disputa em 4/6 6/3 6/4.

Confira o ponto final da vitória de Nole: