X

Retrospectiva - Maio - O topo é meu... Ou é seu?

Quinta, 20 de dezembro 2018 às 18:21:16 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

As disputas no saibro se afloravam com a entrada do mês de maio e a chegada de mais dois Masters 1000. Para apimentar ainda mais as coisas, o suíço Roger Federer, mesmo sem jogar, colava no espanhol Rafael Nadal na briga pelo topo do ranking mundial.



Veja mais:

Retrospectiva - Janeiro - 20x Roger Federer

Retrospectiva - Fevereiro - Seja bem-vindo de volta ao trono, Federer

Retrospectiva - Março - Brilhem, gigantes!

Retrospectiva - Abril - Um 'tal' de Nadal. Lembram dele?

 

Confira os acontecimentos mais importantes, em ordem cronológica, do quinto mês da temporada:

Wawrinka retoma parceria com Norman

Vivendo um dos momentos mais difíceis de sua carreira, após passar por uma cirurgia no joelho, Stan Wawrinka decidiu trabalhar novamente com o treinador que o ajudou a levantar três Grand Slams, o sueco Magnus Norman.

Sem jogar desde fevereiro, o suíço também aproveitou para anunciar que voltaria em breve ao circuito.

Wawrinka reata com Norman e anuncia retorno em Roma. RELEMBRE!

Murray desiste de Roland Garros

Sem jogar por mais de 10 meses com uma lesão no quadril e vindo de uma cirurgia em janeiro, o britânico Andy Murray não conseguia voltar ao circuito. Mesmo após ser confirmado pela organização de Roland Garros, Murray não teria condições de disputar o segundo Grand Slam do ano, que se aproximava.

Murray não jogará Roland Garros. RELEMBRE!

João Sousa faz história em Portugal

Após vários anos de tentativas frustrantes, enfim o português João Sousa conseguiu levantar um troféu diante da sua torcida. Ao vencer o ATP 250 de Estoril, ele se tornou o primeiro de seu país a conquistar um torneio em casa.

Sousa faz história e é campeão em Estoril. RELEMBRE!

Ferrer vira papai

De fora do Masters 1000 de Madri, o espanhol David Ferrer teve um ótimo motivo para ficar longe das quadras de tênis. O ex-top 3 se tornou pai pela primeira vez, com o nascimento do menino Leo.

Longe de Madri, Ferrer vira pai pela 1ª vez. RELEMBRE!

Nadal tem sequência quebrada por Thiem em Madri e perde número 1 do mundo

Antes de começar a temporada de saibro, Rafael Nadal já sabia que não teria vida fácil ao tentar se manter na liderança do ranking mundial. Mesmo com o suíço Roger Federer desistindo de todos os torneios na terra batida, o espanhol teria que defender os muitos pontos conquistados em 2017 para não perder o número 1.

Porém, após triunfar em Monte Carlo e em Barcelona, ele viu sua sequência de 21 vitórias sem perder sets na superfície ser quebrada, num jogão, pelo austríaco Dominic Thiem em Madri e, com isso, perder o topo da tabela para Federer.

Thiem joga muito e acaba com recorde de Nadal no saibro. RELEMBRE!

Federer recupera o Nº 1 após derrota de Nadal em Madri. RELEMBRE!

Kvitova é tricampeã em Madri

A tcheca Petra Kvitova brilhou no Premier de Madri e, após um jogo incrível de quase três horas contra a holandesa Kiki Bertens, faturou seu terceiro caneco na capital espanhola.

Com a então quarta conquista do ano e a de número 24 da carreira, Petra marcava também sua 11ª vitória consecutiva no circuito.

Kvitova vence batalha contra Bertens e é TRI em Madri. RELEMBRE!

Wawrinka volta ao circuito com derrota

Sem entrar em quadra desde fevereiro, Stan Wawrinka enfim estava de volta. Após anunciar que Magnus Norman seria novamente seu técnico, ele marcou seu retorno para o Masters 1000 de Roma, mas não se deu muito bem, sendo derrotado logo na estreia.

Wawrinka é derrotado na volta às quadras em Roma. RELEMBRE!

Zverev vence, em Madri, seu terceiro Masters 1000

Uma final um tanto quanto surpreendente no Masters 1000 de Madri. Alexander Zverev e Dominic Thiem mostravam a força da nova geração e decidiram o torneio madrilenho.

Melhor para o alemão Zverev, que bateu o austríaco e faturou seu terceiro título de Masters na carreira.

Zverev derruba Thiem e fatura, em Madri, seu 3º Masters. RELEMBRE!

Vinci se aposenta em Roma

Vice-campeã de simples do US Open de 2015 e com dezenas de títulos nas duplas, a italiana Roberta Vinci colocava um ponto final em sua carreira. A despedida oficial aconteceu em casa, após sua derrota na estreia do WTA Premier de Roma.

Vinci se aposenta em Roma e vai às lágrimas. RELEMBRE!

Djokovic com pior ranking em mais de 11 anos, mas faz, em Roma, melhor campanha do ano

O declínio de Novak Djokovic no circuito continuava. Cirurgia, maus resultados e troca de equipe técnica. O momento conturbado da carreira do sérvio acabou o levando para o 18° lugar do ranking mundial, posição essa que não ocupava desde outubro de 2006.

Contudo, Djoko parecia reencontrar aos poucos a boa forma durante o Masters 1000 italiano, fazendo sua melhor campanha num evento de 2018 ao chegar nas semifinais. Na semi, jogaço contra Rafael Nadal, mas derrota em sets diretos para o espanhol.

Djokovic tem pior ranking em mais de 11 anos e tem top 30 em risco. RELEMBRE!

Nadal supera Djokovic em jogo de pontaços e vai à final em Roma. RELEMBRE!

Nadal leva o octacampeonato em Roma e recupera o topo

A estrela de Rafael Nadal brilhou novamente em Roma. Pela oitava vez em sua carreira, ele se via levantando o troféu do Masters 1000 italiano. Mas o título de 2018 teve um gostinho a mais: valeu o seu retorno à liderança do ranking mundial.

Em uma decisão bastante atrapalhada pela chuva, Nadal levou a melhor num duro jogo contra o jovem alemão Alexander Zverev, e faturou seu 32° título de Masters 1000.

De quebra, com a conquista no Foro Italico, retomava o posto mais alto na tabela da ATP, desbancando o suíço Roger Federer, que havia lhe tirado da posição dias antes.

Nadal supera interrupção por chuva e fatura o OCTA em Roma. RELEMBRE!

Nadal reassume liderança do ranking e se isola como maior vencedor de Masters. RELEMBRE!

Enfim, Roland Garros, o segundo Grand Slam do ano, havia chegado. Os desfechos das disputas nas terras batidas francesas você acompanhará aqui, no Tênis News, em nossa próxima retrospectiva. Fique ligado!