X

Panatta: 'Djokovic e Nadal batem na bola o tempo todo como mulas'

Segunda, 03 de dezembro 2018 às 13:27:45 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Um dos maiores nomes do tênis italiano e campeão de Roland Garros em 1976, Adriano Panatta afirmou não gostar da forma com que o esporte é jogado hoje em dia. Sobrou até para os dois melhores do mundo, Rafael Nadal e Novak Djokovic, em uma entrevista ao Quotidiano.



"Nadal bate forte e compete muito bem e Djokovic devolve tudo, mas seu jogo é chato. Eles são caras que jogam bem, mas são como mulas que ficam batendo firme na bola o tempo todo. No meu tempo era diferente. Nós estávamos fazendo poesia num voleio", iniciou ele, falando do espanhol e do sérvio.

Tendo lançado recentemente a "Tennis is Music", sua autobiografia, Panatta aproveitou a fala para elogiar o suíço Roger Federer, terceiro colocado no ranking mundial aos 37 anos de idade. Sobre o compatriota Fabio Fognini, ele projetou um futuro otimista.

"Eles jogam em um ritmo diferente de antes. Agora, tudo vai muito rápido e não há tempo para pensar. Só Federer faz isso. Fognini tem jogo para ser um dos 10 melhores do mundo, mas o problema é seu caráter", enfatizou Adriano.