X

Vajda: 'Como Federer ainda joga aos 37 anos é incrível'

Sábado, 01 de dezembro 2018 às 16:16:08 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Em entrevista ao jornal suíço Berner Zeitung, o treinador do sérvio Novak Djokovic, o eslovaco Marin Vajda, falou sobre como vê Roger Federer jogando atualmente e também fez uma breve análise dos talentos que reconhece na Next Gen.



Leia mais:

Vajda revela: 'O mais difícil para Djokovic era a comparação com quem ele foi'

"Como Roger Federer ainda joga com 37 anos é incrível. Ele nunca quer parar, como Jimmy Connors, que jogou até os 41 anos. O jogo em Paris foi muito intenso. Roger teve suas chances, mas nos momentos cruciais ele estava perdendo algo a mais. Novak tem 31 anos, ele tem 37 anos. São seis anos de diferença. Você não pode negar completamente isso", analisou o treinador ao ser questionado sobre a semifinal do Masters 1000 de Paris, eleita pela ATP a melhor partida do ano em torneios do seu circuito.

Ao ser perguntado se os meninos não podem desbancar o trio Djokovic, Federer e Rafael Nadal, Vajda considerou: "Eu disse a Ivan Lendl que ele tem um menino muito talentoso, o [Aelxander]  Zverev. Isso me lembra quando eu assumi Novak. Ivan é muito esperto, vai ensiná-lo muito. [Stefanos] Tsitsipas é bom, eu gosto de [Alex] De Minaur, e ele ainda nem está maduro. [Borna] Coric fez um grande progresso. E ele também é apenas 22 anos. Também o [Karen] Khachanov eu gosto. Ele joga sem medo, tem uma autoconfiança saudável", opinou.