X

Tenista fruto de projeto social vai à semi em Itajaí (SC)

Quinta, 11 de outubro 2018 às 18:01:55 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Estão definidos os semifinalistas da 10ª Copa Santa Catarina Internacional de Tênis, torneio realizado no Itamirim Clube de Campo, em Itajaí (SC), torneio com pontuação para o ranking mundial da Federação Internacional de Tênis até 18 anos que tem entrada gratuita. O evento conta com 379 atletas de 13 países e termina no sábado.



A tenista de Minaçu (GO), a goiana Nalanda Teixeira, de 15 anos, segue adiante em busca do troféu e, nesta quinta-feira, assegurou vaga na semifinal derrotando a britânica Mila Burek por 6/3 6/4 e vai encarar a colombiana Gabriela Giraldo por vaga na decisão. Segunda favorita, Giraldo eliminou a brasileira Sofia Mendonça por 6/2 6/0.

Nalanda é a segunda melhor jogadora da América do Sul na categoria 16 anos e disputou o Mundial da categoria em Budapeste, na Hungria. Ela começou a jogar aos nove anos graças do projeto social Quadra de Talentos coordenado pelo técnico da Federação Francesa de Tênis, Laurent Philippe que se radicou no Brasil. O projeto, que bancava a carreira da atleta até então, terminou no ano passado por conta da crise financeira e Nalanda foi acolhida por academia no Rio de Janeiro que paga suas despesas de treinamento, moradia e algumas viagens através de pequenos apoiadores.

A jogadora não tem um patrocínio e sua família é humilde. Seu pai está desempregado. Trabalhava como operador de máquinas em uma fábrica de amianto em Minaçu (GO) e quando restava um ano para completar 20 anos de serviço e ter direito à aposentadoria, acabou demitido por conta da falência da empresa. Sua mãe conseguiu emprego recente em uma escola. Os pais vivem em Goiânia graças a ajuda de um incentivador da carreira da atleta que doou uma casa ociosa para eles.

Outra goiana foi muito bem nesta quinta. Lorena Cardoso, quinta pré-classificada, superou a finlandesa Alexandra Antilla, principal favorita e campeã na semana passada em Salvador (BA), por 7/6 (7/2) 4/0 e desistência. Antilla sentiu uma contratura nas costas e optou por abandonar o encontro. Lorena encara a terceira favorita, a brasileira Isabel Oliveira que fez 6/0 7/6 (7/2) sobre a brasileira Erika Cheng.

O principal favorito do masculino, o paulista Rafael Marques, segue avançando em busca do troféu. Nesta quinta ele passou pelo colombiano Gabriel Hurtado, cabeça de chave 7. por 6/0 6/3 e medirá forças diante do carioca Daniel Szuczpak que surpreendeu o quarto favorito, Eduardo Taiguara, por 6/1 6/3. O tenista que treina na ADK Tennis em Itajaí (SC), Guilherme Brizuela, foi eliminado pelo argentino Ezequiel Monferrer por 6/2 6/1. Monferrer desafia o americano Dali Blanch, segundo pré-classificado, nas semifinais.

Os finalistas das categorias 14 e 16 anos, com pontos para o ranking Sul-Americano do Cosat também serão conhecidos nesta sexta-feira. Nos 14 anos masculino as semifinais serão entre o carioca Victor Alves e o paulista Gustavo Rubio e a outra semi entre o gaúcho Gustavo Tedesco e o paulista Henrique Brito. Entre as meninas semi para a paranaense Maria Bloot e a gaúcha Antonia Ferrarini e a outra semi entre a paulista Giovanna Cardoso e a baiana Luana Paiva. Nos 16 anos masculino semis para o paranaense Márcio Silva e o paulista Henrique Fukushima e a outra semi entre o paraguaio Sebastian Dietze e o paranaense João Schiessl. Entre as meninas semi para a gaúcha Valentina Ferrarini e a paulista Marjorie de Souza e a outra semi entre a catarinense de Florianópolis, Maria Turchetto e a paulista Giovanna de Oliveira.

As semifinais em todas as categorias começam às 9h nesta sexta-feira e a entrada é gratuita.

 

 

Nos 10 anos, o torneio Tennis Kids, final totalmente catarinense da equipe ADK Kids com título para João Barros e vice-campeonato para Mike Munn. Nas duplas os atletas da equipe João Barros e Pedro Strapazzon levantaram o troféu.

O torneio tem por tradição revelar grandes talentos. O primeiro campeão, na edição 2009, foi Thiago Monteiro, atual número 1 do país que já figuou no top 80 do mundo e derrotou nomes como Jo-Wilfried Tsonga quando era top 10 mundial. Em 2013 o mineiro João Menezes levantou o troféu e hoje ocupa um lugar entrs os 300 melhores do mundo e quarto melhor do país no profissional. Vencedora em 2014, Thaísa Pedretti hoje está entre as cinco melhores do país no profissional e Marcelo Zormann, vencedor em 2012, levantou o título de Wimbledon nas duplas juvenil, o evento com maior prestígio do tênis.

O torneio terá atletas de 13 países. São jogadores do Brasil, Peru, Finlândia, Grã-Bretanha, Colômbia, Argentina, Paraguai, Estados Unidos, Índia, Uruguai, Chile, Itália e Holanda.

Confira os resultados da categoria mundial até 18 anos desta quinta-feira (11/10):

Quadra 1

Lorena MEDEIROS CARDOSO (BRA) [5] 7/6 (2) 4/0 abandono Alexandra ANTTILA (FIN) [1]

Nalanda TEIXEIRA DA SILVA (BRA) [4] 6/3 6/4 Mila BUREK (GBR)

Rafael MARQUES DA SILVA (BRA) [1] 6/0 6/3 Gabriel HURTADO (COL) [7]

Ezequiel MONFERRER (ARG) 6/2 6/1 Guilherme BRIZUELA (BRA)

Quadra 2

Isabel OLIVEIRA (BRA) [3] 6/0 7/6 (2) Erika Wichin CHENG (BRA) [7]

Gabriela GIRALDO (COL) [2] 6/2 6/0 Sofia DA CRUZ MENDONCA (BRA)

Daniel SZCZUPAK (BRA) 6/1 6/3 Eduardo TAIGUARA (BRA) [4]

Dali BLANCH (USA) [2] 6/1 6/4 Jackson PEREIRA XAVIER (BRA) [5]

.

Todos os Campeões:

2017 - Natan Rodrigues (BRA) / Jaedan Brown (EUA)

2016 - Matheus Pucinelli (BRA) / Vitoria Okuyama (BRA)

2015 - Lucas Koelle (BRA) / Anastasia Imachkine (PER)

2014 - Igor Marcondes (BRA) / Thaísa Pedretti (BRA)

2013 - João Menezes (BRA) / Isabella Camargo (BRA)

2012 - Marcelo Zormann (BRA) / Jazzi Plews (GBR)

2011 - Pedro Dumont (BRA) / Eduarda Santos (BRA)

2010 - Bruno Sant´Anna (BRA) / Raffaela Miiller (BRA)

2009 - Thiago Monteiro (BRA) / Catalina Pella (ARG)

 

A 10ª Copa Santarina Internacional de Tênis tem o patrocínio da Heusi, TAROII Investiment Group, Correios e Grupo Promenac Camvel. O evento conta com o apoio das Águas Santa Rita, Peugeot, Compañion, Mormaii, Vivano Sports, Hotel Vitória e FMEL Itajaí. O evento é uma realização da Federação Catarinense de Tênis e do Itamirim Clube de Campo e conta com a organização ADK Tennis. A competição tem a chancela da Confederação Brasileira de Tênis contando com a supervisão da Federação Internacional de Tênis e da Confederação Sul-Americana de Tênis.