X

Jarry salva dois match-points e surpreende Cilic em Xangai

-->
Terça, 09 de outubro 2018 às 11:35:17 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Nicolas Jarry, 48º do ranking da ATP vice-campeão do Brasil Open este ano, conquistou a maior vitória de sua carreira ao salvar dois match-points e vencer de virada o croata Marin Cilic, sexto do ranking da ATP, pela estreia do Masters 1000 de Xangai, na China.



O jovem chileno de 22 anos precisou de 2h12 para fechar o placar em 2/6 7/6 (6) 7/5 tendo convertido 15 aces contra 17 do croata, que venceu 81% dos pontos jogados em seu primeiro serviço contra 76% de aproveitamento do Jarry.

A partida começou com Cilic muito sólido abrindo 3/0 no placar com quebra no segundo game e seguiu firme, precisou salvar dois breakpoints no sétimo game e converteu quebra para fechar a parcial no oitavo game.

No segundo set o equilíbrio prevaleceu, com os dois tenistas confirmando bem seus games de saque.  Jarry enfrentou um breakpoint no sexto game e salvou breakpoint que configurava match-point para Cilic no décimo game, trabalhando sólido com forehand e entrando em quadra para definir. O set foi ao tiebreak, ali uma sucessão de erros dos dois tenistas deu o segundo match-point salvou por Jarry, que trabalhou bem bola cruzada e na sequência conquistou duas mini-quebras para fechar o set.

Na parcial decisiva mais equilíbrio. Jogando mais dentro de quadra e buscando mais as paralelas, Cilic conquistou quebra de saque em erro do chileno no quinto game, abriu 4/2, mas viu o rival ser firme, acreditar e devolver a quebra quando o croata sacava para a partida no décimo game. Jarry venceu quatro games consecutivos, com nova quebra no décimo segundo game e se garantir nas oitavas de final.

Esta foi a primeira vez que Jarry venceu um tenista do top 10. Curiosamente, Em todo o jogo o chileno venceu menos pontos que o croata, num placar de 90 a 95.

Pela primeira vez nas oitavas de final de um torneio do Masters 1000, Jarry aguarda pelo vencedor do duelo entre o britânico Kyle Edmund e o italiano Andreas Seppi.