X

Jovem radicado em SC vence na 10ª Copa Santa Catarina em Itajaí

Segunda, 08 de outubro 2018 às 23:47:43 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

O mau tempo atrapalhou bastante a rodada desta segunda-feira que abriu a chave principal da 10ª Copa Santa Catarina Internacional de Tênis, torneio que vem se tornando tradicional no calendário da cidade catarinense e nacional e que conta pontos para o ranking mundial da Federação Internacional de Tênis até 18 anos. O evento conta com 379 atletas de 13 países e termina no domingo.



Crédito: Luiz Candido / Luz Press / Foto: João Loureiro

Tenista mineiro, mas radicado há quatro anos em Santa Catarina, João Vitor Loureiro, de apenas 15 anos, passou pela estreia em duelo contra o catarinense Gabriel Busato marcando 7/6 (7/2) 3/6 6/2. Ele vai encarar nas oitavas de final o brasileiro Daniel Szuczpak. Loureiro foi o melhor tenista da América do Sul na categoria 16 anos na temporada somando quatro títulos, entre eles o Banana Bowl, em Criciúma (SC).

Jogadora que nasceu graças a um projeto social, o Quadra de Talentos, em Minaçu, no interior de Goiás, a brasileira Nalanda Silva, quarta favorita, confirmou sua condição marcando 6/3 6/2 sobre Isadora Machado e espera por Isabela Mercante ou Carolina Laydner nas oitavas de final.

Nalanda tem origem humilde, seu pai está desempregado, trabalhava como operador de máquinas em uma empresa de amianto que faliu por conta da crise financeira. Estava há um ano de obter os 20 anos de trabalho onde teria direito à aposentadoria. Sua mãe conseguiu emprego recente como professora, mesmo assim seus pais moram em casa cedida por um dos incentivadores da carreira da atleta. Por conta do fim do projeto social onde foi descoberta, Nalanda saiu de Goiás para treinar no Rio de Janeiro em academia que lhe oferece moradia, treinamentos e algumas passagens para torneios através de pequenos apoiadores.

Outro destaque do dia foi a vitória de Amanda de Oliveira. A gaúcha de Caxias do Sul, de apenas 13 anos, derrotou Maria Oliveira por 6/2 6/1 e espera pela vencedora da quinta favorita, a goiana Lorena Cardoso, e a paranaense Luana Wild, qualifier e que busca seus primeiros pontos no ranking mundial. Luana é irmã de Thiago Wild, o campeão do US Open que fez história para o tênis brasileiro. Cláudio Wild, pai e técnico acompanha a atleta no evento. O duelo ocorre nesta terça-feira não antes das 10h.

O catarinense Victor Pilla, da equipe ADK, do Itamirim Clube de Campo, foi derrotado na primeira rodada por Gustavo Madureira por 3/6 6/3 6/2. O principal favorito no masculino, o paulista Rafael Marques, derrotou por 6/4 6/2 sobre Ricardo Machado e enfrenta nas oitavas de final Bryan Kuntz. Outro catarinense, Herick Isago se despediu diante de Kaue Maciel por 6/4 6/1.

A terça-feira terá ao todo 74 jogos sendo 32 na categoria mundial principal até 18 anos e mais 42 nas categorias 14 e 16 anos com pontos para o ranking Sul-Americano do Cosat. Filha do jogador de futebol Alex, que fez sucesso no Palmeiras, Cruzeiro, Flamengo, Seleção Brasileira e Fenerbace, da Turquia, Maria Mauad enfrenta a britânica Mila Burek, a partir das 9h.

O torneio tem por tradição revelar grandes talentos. O primeiro campeão, na edição 2009, foi Thiago Monteiro, atual número 1 do país que já figuou no top 80 do mundo e derrotou nomes como Jo-Wilfried Tsonga quando era top 10 mundial. Em 2013 o mineiro João Menezes levantou o troféu e hoje ocupa um lugar entrs os 300 melhores do mundo e quarto melhor do país no profissional. Vencedora em 2014, Thaísa Pedretti hoje está entre as cinco melhores do país no profissional e Marcelo Zormann, vencedor em 2012, levantou o título de Wimbledon nas duplas juvenil, o evento com maior prestígio do tênis.

O torneio terá atletas de 13 países. São jogadores do Brasil, Peru, Finlândia, Grã-Bretanha, Colômbia, Argentina, Paraguai, Estados Unidos, Índia, Uruguai, Chile, Itália e Holanda.

Confira a programação da categoria principal desta terça-feira (09/10):

Quadra 1

9h - Alexandra ANTTILA (FIN) [1] vs. Ana CANDIOTTO (BRA)

10h - Julia KLIMOVICZ (BRA) [6] vs. Sofia DA CRUZ MENDONCA (BRA)

Matheus QUEIROZ (BRA) [8] vs. Ezequiel MONFERRER (ARG)

12h30 Jackson PEREIRA XAVIER (BRA) [5] vs. Richard GAMA (BRA)

16h30 - Partida de Duplas

18h30 - Partida de Duplas

19h30 - Partida de Duplas

Quadra 2

9h Mila BUREK (GBR) vs. Maria Eduarda MAUAD (BRA)

10h Vitoria DE BRITO FRANCISCO (BRA) vs. MARIA FERNANDA MENEZES (BRA)

Luiz Eduardo SANTOS (BRA) vs. Miguel DANELON (BRA)

12h30 Lucca PINTO (BRA) vs. Lucas AMORIM DE LIMA (BRA)

16h30 - Partida de Duplas

18h30 - Partida de Duplas

19h30 - Partida de Duplas

Quadra 3

9h - Namie ISAGO (BRA) [8] vs. Giulia SPICACCI (BRA)

10h Luana SEYBOTH WILD (BRA) vs. Lorena MEDEIROS CARDOSO (BRA) [5]

Guilherme BRIZUELA (BRA) vs. Guilherme ZOTIN OLIVEIRA (BRA)

12h30 Guilherme DINIZ (BRA) vs. Joaquim DE ALMEIDA (BRA)

16h30 - Partida de Duplas

18h30 - Partida de Duplas

19h30 - Partida de Duplas

Quadra 4

9h - Thassane ABRAHIM (BRA) vs. Paola SILVA CAMPIGOTTO (BRA)

10h - Juliana MUNHOZ (BRA) vs. Gabriela GIRALDO (COL) [2]

Gustavo DESZCZYNSKI (BRA) vs. Nicolas ZANELLATO (BRA) [3]

12h30 Nino PORTUGAL (BRA) vs. Dali BLANCH (USA) [2]

16h30 - Partida de Duplas

18h30 - Partida de Duplas

19h30 - Partida de Duplas

Todos os Campeões:

2017 - Natan Rodrigues (BRA) / Jaedan Brown (EUA)

2016 - Matheus Pucinelli (BRA) / Vitoria Okuyama (BRA)

2015 - Lucas Koelle (BRA) / Anastasia Imachkine (PER)

2014 - Igor Marcondes (BRA) / Thaísa Pedretti (BRA)

2013 - João Menezes (BRA) / Isabella Camargo (BRA)

2012 - Marcelo Zormann (BRA) / Jazzi Plews (GBR)

2011 - Pedro Dumont (BRA) / Eduarda Santos (BRA)

2010 - Bruno Sant´Anna (BRA) / Raffaela Miiller (BRA)

2009 - Thiago Monteiro (BRA) / Catalina Pella (ARG)

 

A 10ª Copa Santarina Internacional de Tênis tem o patrocínio da Heusi, TAROII Investiment Group, Correios e Grupo Promenac Camvel. O evento conta com o apoio das Águas Santa Rita, Peugeot, Compañion, Mormaii, Vivano Sports, Hotel Vitória e FMEL Itajaí. O evento é uma realização da Federação Catarinense de Tênis e do Itamirim Clube de Campo e conta com a organização ADK Tennis. A competição tem a chancela da Confederação Brasileira de Tênis contando com a supervisão da Federação Internacional de Tênis e da Confederação Sul-Americana de Tênis.