X

Após 16 anos, Ferrer volta à semi em Challenger. Karlovic e Giraldo jogam

Sábado, 06 de outubro 2018 às 01:25:53 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

O Challenger de Monterrey, no México, será palco do retorno do ex-top 3, o espanhol David Ferrer à disputa de uma semifinal em torneio deste nível após 16 anos. Além do espanhol, o ex-14, Ivo Karlovic, e o ex-28, Santiago Giraldo, estão na semi.



Atual 147º do ranking da ATP e sexto favorito na chave em Monterrey, Ferrer precisou de 1h19 para superar o austríaco Sebastian Ofner, 199º, pelo  placar 6/3 6/4 tendo convertido sete aces contra oito de Ofner, que venceu 54% dos pontos jogados com seu primeiro serviço contra 70% de aproveitamento do espanhol.

Ferrer encara na semifinal o norte-americano Ernesto Escobedo, 220º, que superou o principal favorito, o espanhol Marcel Granollers, por 7/6 (5) 7/6 (4). 

David Ferrer e Escobedo se enfrentaram uma única vez no circuito profissional, pela estreia do Australian Open 2017 com vitória do espanhol em quatro sets.

A última vez que David Ferrer esteve na semifinal de um torneio em nível Challenger foi há 16 anos, no saibro italiano de Brindisi, quando foi derrotado em sets diretos pelo argentino Mariano Puerta, que anos mais tarde foi top 10 e chegou a disputar o ATP Finals de 2005. 

O espanhol já venceu três partidas nesta semana, feito que não repetia desde a primeira semana do ano, quando venceu quatro jogos e parou na semifinal do ATP 250 de Auckland, na Nova Zelândia, para o argentino Juan Martín del Potro.

Karlovic e Giraldo na outra semi

A outra semifinal será contra dois tenistas destaques do circuito profissional recentemente.

Aos 39 aos, o ex-top 14 e atual 137º, o croata Ivo Krlovic  precisou de 1h10 para superar o norte-americano Bjorn Fratangelo, 169º, pelo placar de 6/4 6/3 e encara na semifinal o ex-top 28 e atual 414º, o colombiano Santiago Giraldo, que superou o austríaco gerald Melzer, 152º, pelo placar de 6/7 (5) 7/5 6/3 após 2h21.

Karlovic e Giraldo se enfrentaram uma única vez, pela chave do ATP 500 de Halle em 2015, com vitória do croata em placar apertado em três sets.

O torneio em Monterrey é disputado no piso rápido, distribui US$ 150 mil em premiações e cede hospedagem para os atletas.