X

Serena revela que não gostaria que a filha fosse tenista

Segunda, 09 de julho 2018 às 16:20:05 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

A norte-americana Serena Williams, dona de sete título do torneio, revelou em entrevista coletiva que não gostaria que a filha, Alexis Olympia, fosse tenista. Contou ainda que não impediria Donald Trump de vê-la caso jogue a final.



Serena, que se garantiu nas quartas de final da competição, foi apenas elogios a sua próxima adversária, a italiana Camila Giorgi, a quem definiu como uma jogadora "poderosa" e que sabe "incutir pressão" ao jogo.

A norte-americana revelou que ainda não se sente em seu melhor, mas está satisfeita com o que vem fazendo em seu quarto torneio desde o nascimento da filha em Setembro de 2017.

A ex-número 1 do mundo foi questionada pelos jornalistas se num futuro treinaria a filha como seu pai fez com ela e a irmã Venus. "Olympia? Bom, eu espero que ela não jogue tênis, ao menos que ela realmente queira. Então, obviamente, eu a apoiarei. Acredito que não seria uma boa treinadora de quadra, talvez uma boa treinadora mental", concluiu.

Crítica conhecida do atual presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, Serena foi questionada sobre os planos do presidente de ir acompanhar a final pessoalmente e se ela pediria para que ele não assistisse caso fosse uma das finalistas:  "Ele tem o direito de fazer o que quiser, se ele quer vir para a final em Wimbledon, isso não em incomodaria se estivesse jogando", esclareceu.