X

Nadal destaca importância de fim de jejum e reitera querer escapar de Federer

Segunda, 09 de julho 2018 às 16:05:55 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Após garantir-se nas quartas de final em Wimbledon pela primeira vez em 7 anos, o número 1 do mundo, o espanhol Rafael Nadal, voltou a falar de uma possível final contra Roger Federer, que apesar de 'excitante', seria menos favorável ao espanhol.



Depois de vencer o tcheco Jiri Vesely, a quem definiu como adversário difícil por sacar muito bem, Nadal conversou com os jornalistas e falou da volta às quartas em Londres: "Voltar às quartas muitos anos depois é importante pra mim. A verdade é que em todos os anos venho a Wimbledon pensando em fazer um bom resultado e este ano chegou", comentou.

"Eu tento ser honesto comigo mesmo, nos anos anteriores tive bons oponentes aqui, que jogaram bem e mereceram vencer, mas eu também não joguei meu melhor", completou.

O espanhol comentou que ainda vê os favoritos 'vivos' na chave: "Pessoalmente vejo que os favoritos na grama seguem aqui, Roger, [John] Isner, [Milos] Raonic, [Juan Martín] del Potro, [Novak] Djokovic, grandes sacadores, eu não vejo muitos jogadores do saibro", opinou.

Rafa Nadal contou que amanhã, o dia de descanso da chave, buscará dscansar e deve treinar um período para poder acompanhar o futebol [a Copa do Mundo].

Questionado, ais uma vez, sobre uma possível final contra o suíço Roger Federer, Nadal comentou: "Uma final com Federer seria excitante, mas contra outro jogador eu teria, provavelmente, mais chances de vencer".