X

Cibulkova se irrita com arbitragem e é acusada de falta de fair play

Segunda, 09 de julho 2018 às 15:15:14 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Ex-top 10 e atual 33ª do ranking, a eslovaca Dominika Cibulkova se irritou com a mudança de marcação de uma bola em sua partida de oitavas de final de Wimbledon contra a taiwanesa Su Hsieh. Ela venceu por 6/4 6/1 e ficou brava na coletiva de imprensa.



A eslovaca liderava por 5/4 quando uma bola sua foi chamada fora antes de ser corrigida pela juíza dando o ponto a ela inicialmente. Só que Hsieh apelou para o supervisor para reavaliar a situação que forçou as jogadoras a jogarem o ponto novamente. A razão era que Hsieh tinha rebatido a bola e colocado em jogo.  Mas Cibulkova não aceitou: "Foi ridícilo o que aconteceu, nunca aconteceu isso em minha carreira", esbravejou a tenista que pela terceira vez está nas quartas do torneio: "Às vezes eu reclamo pois acho que foi uma chamda errada, mas nunca aconteceu de uma juíza mudar a decisão. Foi ridículo para mim. Foi uma decisão muito ruim do supervisor e da juíza. Eles mudaram de ideia, a juíza me disse que não lembrava o que aconteceu depois da bola. Foi minha culpa ela não lembrar se a adversária colocou em jogo ou jogou na rede ? Não importa, a chamada foi quando ela bateu na bola, ela tomou a decisão. Depois elas começaram a reclamar e falar em chinês e isso me bagunçou, depois tentei me acalmar e jogar meu jogo. 
A comentarista Tracy Austin para a BBC acusou Dominika de não ter fair play no lance porque a rival colocou a bola em jogo após a chamda equivocada. Apesar disso, a jogadora manteve sua postura que o ponto deveria ser dela. 

"Isso aconteceu algumas vezes comigo da mesma forma que o ponto foi dado para a adversária, só fiquei antipática com a árbitra, não foi correto o que fizeram".

Cibulkova encara a letã Jelena Ostapenko por vaga na semifinal nesta terça-feira.