X

Federer destaca segurança e concentração após vaga nas oitavas em Wimbledon

Sexta, 06 de julho 2018 às 17:28:13 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Roger Federer, número dois do mundo, comemorou sua atuação na vitória por 6/3 7/5 6/2 sobre o alemão Jan-Lenard Struff pela terceira rodada de Wimbledon nesta sexta-feira. Ele vai enfrentar o francês Adrian Mannarino, 26º.



“Struff tem um grande saque, conseguiu muitos pontos com essa arma, sempre é difícil encontrar o ritmo com esse tipo de jogador. Consegui manter a concentração até o final da partida e estou feliz por isso. Creio que foi um grande dia, o primeiro set me deu oportunidades e ganhá-lo foi uma grande notícia para mim, me ajudou muito para o resto do jogo. Foi importante ficar tão seguro e eficiente em todos os meus games de saque", disse o suíço que destacou suas boas recordações no torneio que venceu oito vezes e vai em busca da nona conquista.

"Pessoalmente estou encantado de entrar cada vez aqui e fazer meu trabalho, é uma sensação incrível. Tomo cada partida como se fosse a última, tento dar o meu melhor. Esta quadra e esse torneio me trazem grandes recordações, um sentimento único. É muito divertido o fato de jogar nesta quadra, ganhando ou perdendo, é a quadra mais especial de minha carreira".

Sobre o canhoto Adrian Mannarino, seu próximo rival de segunda-feira, ele ponderou: "Jogamos várias vezes no passado, incluindo nessa quadra a primeira vez. Jogamos não faz muito tempo na Basileia no piso coberto, um jogo muito apertado onde estive perto de perder. Lembmro sempre todo o difícil que foi ganhar no terceiro set. Ele curte jogar na grama, todos sabemos que é um grande lutador, estou feliz de vê-lo em rodada tão avançada em um Slam, mas quero que ele pare".

 

“Agora mesmo temos um nível profissionalismo e uma atenção ao corpo como nunca antes tivemos no tênis.  O transcurso entre Stuttgart e Halle foi difícil, não tive nem um só dia de descanso entre os dois torneios, mas fui bem. Sinceramente o fato de estar aqui lutando por título número 100 ou não , não muda nada, não importa"