X

ITF se frustra com Copa do Mundo da ATP: 'Oportunidade perdida'

Domingo, 01 de julho 2018 às 21:37:38 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

O anúncio oficial neste domingo da criação da Copa do Mundo da ATP para 2020 com 24 países e US$ 15 milhões envolvidos em parceria com a Federação Australiana gerou uma reação que não agradou muito a Federação Internacional de Tênis.



A ITF vem trabalhando para em 2019 reformular a Copa Davis, que é o maior torneio de nações do tênis, para que o formato seja semelhante, com 18 países e sendo disputado em uma data fixa com local fixo, inclusive a cidade de Lille, na França, já estaria certa para receber o primeiro ano do evento novo da ITF.

Após o anúncio da Copa do Mundo pela ATP, um comunicado da ITF deixou transparecer um possível racha entre as entidades: "A notícia de hoje da direção da ATP em proceder e criar a Copa do Mundo por equipes não muda o comprometimento da ITF em seguir com o novo formado do evento para 2019. Sentimos que houve uma oportunidade perdida pela ATP em trabalhar juntos em benefício e de uma forma positiva para todo o tênis", diz o início do comunicado.

"Nosso plano é transformador. Inclui mudanças na Copa Davis que foram requeridas pelo Conselho de Jogadores da ATP em 2016 e vai criar um evento final de classe para o tênis. O novo formato com 18 times vai resultar em um grande investimento no mundo de tênis e recordes de premiação para todos os jogadores que competirem", segue.

"O sucesso contínuo da Copa Davis é crucial para nosso esporte porque a ITF é a única entidade que reinveste globalmente no desenvolvimento do futuro do tênis. Nosso comprometimento é dar novas oportunidades a nações e jogadores por todo o mundo para que nossas jovens gerações sejam mais fortes que nunca".

O comunicado termina dizendo que a nova Copa Davis está pendente a aprovação em reuniões em agosto.