X

McEnroe: ‘Se uma mulher trabalha melhor, deveria receber mais’

Quinta, 28 de junho 2018 às 16:51:24 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

No último mês de março, a ex-tenista Martina Navratilova, uma das mais bem-sucedidas da história, tornou pública a diferença de salário que recebia como comentarista de Wimbledon para a BBC em relação à John McEnroe, algo que o próximo americano opinou a respeito.



Segundo comunicado resposta da emissora britânica, a diferença se deve ao fato de McEnroe aparecer mais vezes na TV, uma razão que contrastava com a diferença enorme entre os valores recebidos pelos dois comentaristas.

“É difícil comparar exatamente, pois algumas pessoas trabalham em jornadas mais longas e talvez em alguns programas a mais, mas no geral foi um choque descobrir que John McEnroe recebe 150 mil libras (aproximadamente R$ 754 mil) por Wimbledon e eu recebo em torneio de 15 mil libras (aproximadamente R$ 75,400). A menos que John McEnroe esteja fazendo muitas coisas fora de Wimbledon, recebe pelo menos dez vezes mais dinheiro por um trabalho muito similar”, argumentou Navratilova na época.

Agora, três meses depois, é o próprio McEnroe quem se manifestou a respeito do tema, vendo a situação de uma maneira diferente. “Não acredito que seja simplesmente sobre pessoas recebendo o mesmo salário. Não vamos jogar Wimbledon ou o US Open, é algo totalmente diferente. É como se trabalhássemos em um jornal e houvessem mulheres e homens, e cada um receberia um salário baseado no trabalho realiza, do ponto de vista do jornal. E, claro, se a mulher faz um trabalho melhor, deveria ganhar mais dinheiro. Se reduz a isso, apenas”.

Sobre a confiança depositada pela BBC, McEnroe está feliz de poder estar comentando Wimbledon há tantos e espera seguir fazendo isso por muitos anos mais. “Isso depende da BBC, mas tive a sorte de que durante, pelo menos, 15 anos a BBC me brincou com a oportunidade de me comunicar de outra maneira. Pelo menos as pessoas agora me veem de uma maneira diferente de como eu era em quadra. Acredito que isso tenha sido mutuamente benéfico”.