X

Verdasco: ‘Alguém como Nadal aparece uma vez a cada 300 anos'

Quarta, 20 de junho 2018 às 15:54:38 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

As reflexões de um dos maiores nomes do circuito ATP de todos os tempos são sempre muito interessantes. Aos 34 anos, o espanhol Fernando Verdasco conversou com o jornal espanhol Marca sobre diversos assuntos do circuito.



“Existem países onde um jogador faz quartas ou semifinal em um grande torneio e é um herói. Na Espanha, se você não vence Roland Garros ou lidera o ranking, tem que se aposentar, é taxado de péssimo jogador. As pessoas não entendem que um jogador como Nadal aparece a cada 300 anos. Não existiu nada como ele em toda a história”, declarou o espanhol, que historicamente foi desmerecido pela torcida e pela imprensa. “Isso tudo me cansa muito. A verdade é que eu sei que fiz o meu melhor sempre que pude”.

Questionado sobre arrependimentos de sua carreira, o espanhol é contundente. “Cada um é como é. Eu estou muito feliz com a carreira que tive e estou certo que existe muita gente que desejou ter tido uma trajetória como a minha, então não tenho nada do que me arrepender”.

“Sei que posso seguir fazendo grandes resultados. Não me importa tanto o ranking, mas sim seguir ganhando partidas e trabalhando duro para melhorar. Não sei quanto tempo me resta de carreira. Nos cuidamos hoje mais que antes. A medicina e as técnicas de recuperação melhoraram muito, assim como a alimentação”, explicou Verdasco sobre os fatores que permitem uma maior longevidade dos atletas.