X

Melo e Kubot estreiam nesta quarta em Monte Carlo

Terça, 17 de abril 2018 às 14:27:33 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Marcelo Melo e Lukasz Kubot, cabeças de chave número 1, estreiam nesta quarta-feira no Masters 1000 de Monte Carlo, em Mônaco. Em partida válida pela segunda rodada, eles enfrentam os italianos Simone Bolelli e Fabio Fognini, no quarto jogo programado para a quadra 2, com início por volta das 11h.



Bolelli e Fognini vieram do qualifying e, nesta terça-feira (17), na estreia, venceram por WO o tcheco Tomas Berdych e o espanhol Fernando Verdano. Principais favoritos ao título, Melo e Kubot foram bye na primeira rodada.

Em Monte Carlo, a dupla começa a sequência de torneios no saibro até o segundo Grand Slam do ano, Roland Garros, no final de maio, na França. Na sequência, Melo e Kubot jogam o ATP 500 de Barcelona, o ATP 250 de Munique e os Masters 1000 de Madri e Roma, até chegar a Paris. No ano passado, foram até as quartas de final em Monte Carlo.

Melo é o número 1 do mundo no ranking individual de duplas da ATP - posição que divide com Kubot - e recém-eleito atleta do ano pelo COB. "Mais um Masters 1000, agora aqui em Monte Carlo. Vamos com tudo, começando essa série de torneios no saibro até Roland Garros”, afirma Marcelo, que tem o patrocínio de Centauro, BMG e Itambé, com apoio da Confederação Brasileira de Tênis.

Catorze partidas, nove vitórias e o primeiro título da temporada em Sidney – O mineiro Marcelo Melo, 34 anos, e o polonês Lukasz Kubot, 35 anos, estão jogando juntos desde o início da temporada 2017. Antes, formaram parceria em torneios como o ATP de Viena, onde foram campeões em 2015 e 2016. Em 2017, a dupla Melo e Kubot disputou 24 torneios, conquistou seis títulos, venceu 51 jogos, com apenas 18 derrotas. Entre essas vitórias está a 400ª da carreira do brasileiro, obtida na estreia em Roland Garros.

Em 2018, até agora, foram 14 jogos e nove vitórias - quatro em Sidney, com o título do ATP 250, três no Australian Open, em Melbourne, ambos na Austrália, uma no ATP 500 de Roterdã, na Holanda, e uma no Rio Open, no Rio de Janeiro.