X

Roland-Garros Junior Wild Card Competition começa nesta quinta

Quarta, 11 de abril 2018 às 18:08:21 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Torneio será realizado até domingo (15), no Pampulha Iate Clube, em Belo Horizonte (MG), valendo vaga para o qualifying juvenil de Roland Garros, em Paris. Abertura da competição foi nesta quarta-feira (11), com a divulgação das chaves - masculina e feminina - e dos jogos da primeira rodada



Com a realização de 16 jogos, a partir das 9h, nas quadras do Pampulha Iate Clube (PIC), começa nesta quinta-feira (12), em Belo Horizonte (MG), o Roland-Garros Junior Wild Card Competition by Longines. O torneio reúne 32 tenistas juvenis no masculino e feminino, até 18 anos, vindos de oito estados do País e do Distrito Federal, e vale vaga para o qualifying juvenil de Roland Garros, no final de maio, em Paris, na França.

Realizado em conjunto pela Confederação Brasileira de Tênis e a Federação Francesa de Tênis, as disputas serão realizadas até domingo (15) e estarão jogando tenistas do Amazonas, Ceará, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Santa Catarina, São Paulo e do Distrito Federal.

Os campeões em Belo Horizonte disputarão o qualifying em Paris com os vencedores dos torneios Roland Garros Junior da Índia e da China. Quem ficar com o título entre os países entra direto na chave principal juvenil de Roland-Garros. No ano passado, o mineiro João Ferreira e a paranaense Nathalia Gasparin foram os campeões do Rendez-Vous à Roland Garros, em Florianópolis (SC), e viajaram a Paris para a final entre as nações. O torneio tem um novo nome nesta edição 2018, mas o formato do evento, em parceria com a Longines, é idêntico ao disputado em 2017.

Primeira rodada – A primeira rodada, nesta quinta-feira, com início às 9h, tem programados os seguintes jogos:

Masculino – Mateo Alejandro Barreiros Reyes (SC, cabeça de chave 1) x Jackson Pereira Xavier (CE); Pedro Ferrari Maciel (MG, Wild Card) x Victor Pilla Helal Lopes de Oliveira (SC); Matheus Gozzi De Queiroz (SP, cabeça 3) x Lucas Ribeiro Dini (MG); Gustavo Soares Madureira de Pinho (RJ) x Eduardo Taiguara (SC); João Victor Couto Loureiro (SC) x Miguel Ramondini De Moraes Danelon (PR); Pedro Boscardin Dias (SC, Wild Card) x Rafael Marques da Silva (SP, cabeça 4); Luiz Eduardo de Oliveira dos Santos (PR) x Nino Macario Portugal (DF); Victor Araujo Vialogo de Castro (PR) x Bruno Cardoso Lopes de Oliveira (MG, cabeça 2).

Feminino – Marina Hermanny de Figueiredo (MG, cabeça de chave 1) x Isabela Campos Bifano (SP); Priscila Deliberato Baptista (SP) x Lorena Medeiros Cardoso (GO); Nalanda Teixeira da Silva (GO, cabeça 4) x Thassane Cruz Abrahim (SP); Namie Isago (SC) x Giovanna Coelho Moreira Pereira (MG, Wild Card); Giulia Pereira de Aguiar (MG) x Camilla Emilia Maffei Bossi (SP); Julia Kist Klimovicz (PR) x Ana Paula Cavalcante Costa Melilo (SP, cabeça 3); Erika Wichin Cheng (SP) x Maria Vitória Araújo Salomão (MG, Wild Card); Thais Sakemi Andreotti (PR) x Ana Luiza Andrade Cruz (SP, cabeça 2)

Abertura com Marcelo e Bruno – O Roland-Garros Junior Wild Card Competition by Longines já movimentou o Pampulha Iate Clube nesta quarta-feira com o lançamento oficial da competição. A programação teve um bate-bola entre os mineiros Marcelo Melo e Bruno Soares com todos os 32 tenistas juvenis que participam do torneio. Daniel Melo, irmão e treinador de Marcelo, recebeu uma homenagem por ter sido eleito o técnico do ano nas duplas, em 2017, pela ATP. Na sequência, foi realizada a cerimônia de abertura, com a divulgação das chaves masculina e feminina e a primeira rodada. 

Entres os presentes, Ricardo Sapi, secretário de esportes de Minas Gerais, Elberto Furtado Júnior, secretário municipal de Esportes e Lazer, o vereador Léo Burgues, Miguel Palmer, gerente da Longines na América Latina e México, Rafael Westrupp, presidente da Confederação Brasileira de Tênis, assim como o representante da Federação Francesa de Tênis, Adrien Groscolas. Todos participaram de um almoço.

Marcelo e Bruno destacaram o bate-bola como um grande estímulo para os jovens jogadores. “Fiquei muito feliz em ver os meninos baterem bola com a gente e mais feliz ainda por sentir que estou fazendo um trabalho que permite, a mim e ao Bruno, sermos exemplo dessa nova geração. Eles podem ter o sonho de um dia conquistarem o espaço que nós conquistamos”, afirmou Marcelo, tenista número 1 do mundo no ranking individual de duplas e recém-eleito atleta do ano pelo COB, que é o embaixador no Brasil do torneio.

“É bom para dar visibilidade ao tênis, principalmente pelo fato do torneio acontecer num lugar como este, um clube que é como um parque desse esporte. E bater bola com esses jogadores, ainda juvenis, permite que eles tenham um contato com a competição profissional", observou Bruno, 15º no ranking de duplas.

Adrien Groscolas veio ao País para o torneio e se mostrou encantado, não só com a competição, mas com o lugar onde está sendo realizado. “Magnífico. É importante para Roland Garros que exista um espaço como esse no Brasil. O piso é de saibro, semelhante ao que temos em Paris. Além do mais, essa é a quarta vez consecutiva que o País sedia o evento. Queremos que continue a ser disputado aqui”, garantiu.

"O Brasil e Minas Gerais vivem um novo momento no tênis. É muito bom que aconteça em Belo Horizonte, em um estado muito importante para o tênis brasileiro. O momento é tão especial, que Marcelo Melo, um mineiro, é o embaixador para o Brasil de Roland Garros", disse Rafael Westrupp, presidente da CBT. 

A Plataforma "Rendez-vous à Roland-Garros"

O "Rendez-vous à Roland-Garros" faz parte do desenvolvimento do torneio Roland-Garros no exterior.

A Federação Francesa de Tênis firmou um acordo com a Confederação Brasileira de Tênis, desde 2015, que permitiu a organização do Roland-Garros Junior Wild Card Competition, em parceria com a Longines, por três anos, um torneio infantojuvenil no Brasil que deu a possibilidade aos melhores brasileiros de ganhar o seu espaço dentro da chave principal júnior de Roland-Garros.

Hoje, o "Rendez-Vous à Roland-Garros" evoluiu e se tornou uma plataforma de eventos, tendo como a primeira etapa o Roland-Garros Junior Wild Card Competition, em parceria com a Longines, na cidade de Belo Horizonte. Esta nova estratégia será então dividida em vários aspectos:

• O "RGeSeries by BNP Paribas" será a disputa  em torno de um jogo de videogame de tênis em que as finais mundiais terão lugar no estádio Roland-Garros durante o torneio;
• A certificação dos mais belos clubes brasileiros de saibro com a certificação "Roland-Garros Club";
• E o RG amateur Series by Peugeot, circuito de Torneios Amadores em todo o Brasil.

“Nosso acordo de cooperação assinado há quatro anos com a CBT está provando ser um verdadeiro sucesso. Nós estamos, portanto, satisfeitos em poder aumentar ainda mais o local que Roland-Garros ocupa no coração dos brasileiros, que evidentemente tem uma relação privilegiada com nosso torneio após as três vitórias de Gustavo Kuerten em Porte d’Auteuil” explica Bernard Giudicelli, Presidente da Federação Francesa de Tênis. 

Roland-Garros Junior Wild Card Competition by Longines
Local: Pampulha Iate Clube (Rua Gandu – entrada lateral do squash)
Data: 12 a 15 de Abril