X

Isner declara: ‘Não foi nada técnico, foi tudo no mental’

Domingo, 01 de abril 2018 às 17:49:20 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Foi um torneio incrível por parte do americano John Isner, que conquistou neste domingo seu primeiro título de nível Masters 1000 na carreira. O caminho até a final, no entanto, foi de superação de diversos obstáculos mentais, como explicou o americano.



“Não foi nada técnico, foi tudo no mental. No primeiro jantar que tive com meu treinador, coloquei na mesa tudo que estava me segurando, o que me fez perder partidas disputadas. Então passei a entrar em todos os jogos mais solto, e eu sabia que seria um perigo se pudesse jogar solto”, declarou o americano, que em seu caminho para a final derrotou nomes como Marin Cilic nas oitavas, Hyeon Chung nas quartas e Juan Martin Del Potro, que vinha numa série de 15 vitórias seguidas, na semifinal.

O americano comentou também sobre seu retorno ao top 10, deixando claro que ainda tem muito trabalho por ser feito. “Quando você chega no fim de um torneio como esse, você joga por muita coisa. Chegando aqui com apenas uma vitória no ano e saindo como top 10 é incrível. Fiz isso já três vezes, agora preciso continuar trabalhando duro e buscar muitos outros torneios como este”.

Completamente incrédulo, Isner comentou ainda que “jamais pensou que poderia ser o vencedor do último torneio em Key Biscayne”, declarando em seguida não estar surpreso com tudo que vem alcançando o jovem Zverev, contra quem conquistou sua primeira vitória neste domingo, com o placar de 6/7(4) 6/4 6/4. “Conheci Sascha quando ele tinha 14 ou 15 anos. O conheci através de seu irmão e logo depois ele estava me vencendo. Não fico surpreso nem um pouco com tudo que ele vem conquistando”.