X

Isner vira sobre Zverev e é campeão de Miami

Domingo, 01 de abril 2018 às 15:42:24 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Pela primeira vez o americano John Isner, de 32 anos, conquistou um título de Masters 1000. Na tarde deste domingo o número 17 do mundo saiu atrás, mas virou contra o alemão Alexander Zverev, quinto do mundo, e levantou a taça em Miami, na Flórida.



Leia Mais:

Foi no mental, vibra Isner

Zverev elogia e agradece Isner por tê-lo ensinado a jogar 

 

Isner superou o alemão Alexander Zverev, dono de dois títulos de Masters, de virada com parciais de 6/7 (7/4) 6/4 6/4 após 2h29min de duração na quadra central do Crandon Park, em Key Biscayne, que recebe o torneio pela última vez.

Isner, que havia sido vice em Paris em 2016, em Cincinnati 2013 e Indian Wells em 2012, vinha mal na temporada, mas encaixou sua maior campanha derrotando nomes como o sul-coreano Hyeon Chung, Juan Martin del Potro, que tinha 15 vitórias seguidas, e agora Zverev.

Pela campanha ele voltará ao grupo dos 10 melhores do mundo.

Este é seu 13º título em 25 finais na carreira.

 

O Jogo

 

A partida teve um ritmo bastante paciência de ambos os tenistas, que mantiveram seus games sempre com grandes saques ou pontos muito trabalhados. O alemão foi quem teve mais dificuldade, precisando salvar cinco break-points contra apenas um que teve a seu dispor. Com a definição no tie-break, Zverev se aproveitou de duas duplas faltas e alguns erros de Isner para levar a melhor por 7-4.

Jogando mais solto, Zverev conseguiu jogar no mesmo nível que Isner e obteve um aproveitamento de 92% dos pontos em que colocou o primeiro saque em quadra. O vacilo veio, no entanto, no nono game, quando o alemão cometeu diversos erros e cedeu a quebra que viria a valer o set para Isner por 6/4.

No set decisivo Zverev passou aperto no quinto game, onde precisou salvar quatro chances de quebra para confirmar e marcar 3/2. Novamente, no nono game, o alemão cometeu um festival de erros, cedeu nova quebra e Isner fechou em seguida, por 6/4, após converter duas das 12 chances de quebra que teve.

 

Confira o vídeo da emoção do americano: