X

Del Potro vira na raça contra Raonic, vence a 15ª seguida e faz semi em Miami

Quinta, 29 de março 2018 às 00:18:22 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Segue a onda Juan Martin Del Potro no circuito mundial. O número seis do mundo esteve abaixo, mas conseguiu uma grande virada no fim da noite de quarta-feira e madrugada desta quinta-feira para garantir vaga na semifinal do Masters 1000 de Miami, nos EUA.



Veja como foi a partida!

 

O natural de Tandil precisou de 2h52min para freiar o saque do canadense Milos Raonic, 25º, marcando 5/7 7/6 (7/1) 7/6 (7/3). Ele vai enfrentar na sexta-feira na semifinal o americano John Isner, de 2,08m, 14º favorito, que marcou 6/1 6/4 sobre o sul-coreano Hyeon Chung.

A vitória é a 15ª seguida do sul-americano que vem de títulos em Acapulco, no México, Masters 1000 de Indian Wells, na Califórnia, e mais quatro vitórias na Flórida. É a segunda vez que Delpo atinge a semi em Miami repetindo o feito de 2009 e ele tentará a primeira vaga na decisão. Delpo também alcança a segunda vitória seguida sobre Raonic o superando por 3 a 2 no confronto direto e sobre Isner lidera por 6 a 3, mas o americano ganhou a última nas quartas de Paris no fim do ano passado.

O jogo

A partida foi bem equilibrada o tempo todo. No primeiro set a pinta era que Delpo teria uma chance com alguns 15/30, 30 iguais, mas foi Raonic que aproveitou baixa de intensidade e mais segundos serviços de Del Potro para quebrar e fechar por 7/5 com uma dupla-falta do argentino.

Na segunda etapa Delpo pediu o fisioterapeuta parecia não se sentir bem, mas seguiu firme e o jogo foi saque a saque. Ele salvou dois breaks e levou ao tie-break onde viu Raonic largar com dupla-falta, errar mais a frente e aproveitou para fechar com autoridade por 7/6 (7/1).

Na parcial final quatro quebras nos primeiros quatro games sempre com Raonic pulando na frente e não confirmando mesmo com seu potente serviço. O jogo equilibrou até um novo desempate. Raonic também largou com dupla-falta e Delpo aproveitou com um smash cuidadoso e uma direita fuliminante para liquidar a fatura.