X

Vou superar essa derrota. Não sei que diabos aconteceu no fim, lamenta Federer

Domingo, 18 de março 2018 às 21:26:07 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Três match-points com um 40 a 15 sacando em 5/4. Roger Federer não conseguiu concluir e perdeu o que foi o melhor jogo do ano até aqui na final de Indian Wells contra Juan Martin Del Potro, oitavo do mundo, por 6/4 6/7 (10/8) 7/6 (7/2).



"Muitas chances para cada lado, ele deveria ter fechado no segundo sety, daí eu estive perto, tive dois, três mamtch-points, não importa, fiquei desapontado, mas foi uma grande partida", afirmou Federer que salvou um match-point no tie-break do segundo set e não foi bem no tie-break decisivo.


"No tie-break final ele foi mais limpo e eu não, queria poder jogar de novo pois não sei o que diabos aconteceu, mas às vezes acontece", seguiu.

"Tenho que superar essa derrota. Me sinto frustrado, deixei uma oportunidade escapar. Um 40 a 15. É desapontador falar de uma grande partida como essa quando se sai perdedor, vai doer, e deveria, mas vou superar", seguiu Roger.

"Ficar positivo nesses momentos difíceis é a chave, sempre se tem dias complicados como pessoa, é preciso ficar feliz com o que se tem, longa jornada no circuito depois de virar número 1 e ganhar Wimbledon. Minha vida ficou completa".

Federer porém rechaçou qualquer ideia de aposentadoria após 17 vitórias em agora 18 jogos e seu melhor começo de ano da carreira aos 36: "A aposentadoria pode esperar, estou curtindo a jornada. Estou tendo um grande momento no circuito".

Federer ainda elogiou Del Potro que venceu seu primeiro Masters e maior título após as cirurgias no punho: "Eu aprecio mais os caras que se machucaram pois passei por isso".

"Tive problemas em 2016 e as pessoas viram que nem sempre as coisas vieram fácil pra mim. As pessoas gostam de ver a parte mais fácil, como eu torno fácil, mas nem sempre é assim. Para ninguém, é assim no topo".