X

Van Uytvanck se levanta contra a homofobia: ‘Homossexualidade não é doença’

Quarta, 07 de março 2018 às 16:27:44 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

A belga Alyson Van Uytvanck é a herdeira de um legado do tênis em seu país deixado por mulheres como Justine Henin e Kim Clijsters. A conversa da tenista com o site ‘Outsports’, no entanto, teve um contexto muito diferente.



Assumidamente homossexual, Uytvanck, que atualmente ocupa a 50ª posição do ranking e recentemente venceu o WTA de Budapeste, tem uma relação estável com a tenista Greet Minnen, número 1090 do ranking, e abriu seu coração para falar sobre tal, desejando que cada vez mais atletas tenham a coragem de assumir sua felicidade.

“Minha relação me faz muito feliz e por isso não vejo razão para que seja um tabu. Posto todas as fotos que quero, sou livre. Vamos viver juntas e posso mostrar a minha felicidade ao mundo, pois homossexualidade não é doença”, declarou.

“Ninguém precisa justificar o porquê de ser gay ou lésbica. Somos bastante abertas sobre nossa relação, somos felizes e minha família é muito feliz com isso, o que é muito importante, pois o apoio deles nos faz muito feliz”.

O site ‘Outsport’ é uma iniciativa especializada em mostrar a história de atletas homossexuais e transexuais ao redor do mundo.