X

Baez decide contra surpresa dominicana em Porto Alegre

Sábado, 03 de março 2018 às 19:49:11 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

A final do masculino será latina na 35ª edição do Campeonato Internacional Juvenil de Tênis de Porto Alegre, apresentado por Gerdau-Itaú, com apoio da lei de incentivo ao esporte - Ministério do Esporte - Governo Federal. A decisão será entre o argentino Sebastian Baez e o surpreendente Nick Hardt neste domingo. As finais largam às 10h com o feminino e logo a seguir o masculino.



O argentino Baez, sexto do mundo e cabeça de chave dois, manteve o embalo da conquista de semana passada do Banana Bowl em Criciúma (SC), e superou o algoz dos brasileiros Mateus Alves e Gilbert Klier, o japonês Naoki Tajima, 15º colocado, por 7/6 (7/3) 6/1 após 1h10min de duração: "Creio que no primeiro set tive dificuldades no início. Tive saques muitos frouxos e ele jogou um tênis muito bom, no entanto consegui a vitória. Já no segundo set entrei muito bem mentalmente e conquistei a vitória. Agora expectativa de fazer grande tênis na final. Mais do que nunca estarei focado e me preparar para saber o que fazer", disse o tenista que tentará sua maior conquista na carreira.

Ele enfrenta o dominicano Nick Hardt, 32º do mundo, que venceu batalha de três horas contra o principal favorito, o colombiano Nicolas Mejía, com parciais de 3/6 7/6 (7/4) 6/4. Hardt salvou break-point no último game e Mejía chegou a pedir atendimento médico com problemas na perna ao longo da batalha entre amigos. Os dois treinam na IMG Academy em Bradenton, na Flórida.

"Que grande partida, joguei contra o meu melhor amigo Nicolas. A verdade é que estou sem palavras. Estou muito contente passando para a minha primeira final de torneio Grau A de um nível incrível. Sinceramente não sei mais o que dizer. Perdi o primeiro set com o Nicolas jogando um nível muito grande de tênis. O segundo set 7/6 muito brigado, tive quatro set points, não pude encerrar em uma partida tremenda. Já o terceiro set estava 5/1 para mim e o Nicolas seguiu lutando e lutando. Me quebrou e fez 5/4, mas consegui fechar e estou muito contente de chegar à final”.

Baez e Hardt se enfrentaram uma vez em College Parkk, nos Estados Unidos, ano passado com triunfo em três sets do argentino: Baez é um cara muito lutador, que devolve todas as bolas, corre muito. Vou para mais uma batalha, lutar como hoje, me sinto bem fisicamente, normalmente tenho problemas com cãibras, hoje não tive. Estou bem apesar da batalha", disse o dominicano.

As finais de simples ocorrem neste domingo a partir das 10h com o feminino e depois o feminino.

 

Canadense e dinamarquesa decidem no feminino

 

A canadense Leylah Fernandez, de apenas 15 anos e nascida no Equador (pai equatoriano e mãe de Toronto, no Canadá), 84ª do mundo, freiou o embalo da georgiana Ana Makatsaria, 70ª, marcando 7/6 (7/2) 6/0. A europeia havia derrotado nas quartas de final a colombiana Maria Osorio Serrano, sexta do mundo e que vinha de 26 vitórias consecutivas.

"Primeiro set muito pegado, puder ganhar no tie-break, no segundo ela ficou mais nervosa quando comecei forte, ela ficou mais frutrada e consegui jogar meu jogo", disse a tenista que é a terceira canadense numa final da maior competição da América do Sul e uma das nove maiores do mundo. Em 2011 a musa Eugenie Bouchard foi campeã e três anos mais tarde era vice-campeã de Wimbledon no profissional e atingia o top 5. Em 2004 Aleksandra Wozniak ficou com o vice-campeonato.

Sua rival na final será a dinamarquesa Clara Tauson, de Copenhague, que derrotou a talentosa francesa Manon Leonard, 90ª, por 3/6 7/5 6/3 em mais de duas horas e meia de duração na quadra 2 da Associação Leopoldina Juvenil.

"Será uma final bem difícil, vou me preparar e continuar com mentalidade positiva e preparar a tática com meu pai e treinador", seguiu Fernandez que vive em Montreal e treina no Centro de Treinamento da federação local, o Tennis Canada.

Tauson será a primeira dinamarquesa numa final de simples tanto do masculino como do feminino em Porto Alegre. A jogadora de Copenhague vibrou: "Muito feliz com minha primeira final deste tipo de evento: "Foi uma partida bem difícil pra mim pois ela é bem inteligente jogando, estava batendo muito forte no primeiro set e cometendo muitos erros. Eu não mudei minha tática, só tentei cortar os erros e me manter no jogo," disse a jogadora que desenvolveu uma parceria com sua adversária deste domingo ao longo da semana:

 

"Nós estamos treinando todos os dias, desde o meio da semana, gosto de enfrentar meninas que gosto, será bem divertido, sempre ficamos na rotina nas manhãs essa semana, mas amanhã não será assim (risos)".


RESULTADOS 18 ANOS ITF - Associação Leopoldina Juvenil

Quadra 1

Leylah Annie FERNANDEZ (CAN) 7/6 (7/2) 6/0 Ana MAKATSARIA (GEO) [12]

Sebastian BAEZ (ARG) [2] 7/6 (3) 6/1 Naoki TAJIMA (JPN) [5]

Clara TAUSON (DEN) / Anastasia TIKHONOVA (RUS) [8] 7/5 4/6 10/8 Mariam DALAKISHVILI (GEO) [2] / Ania HERTEL (POL)

Sebastian BAEZ (ARG) [2] / Clement TABUR (FRA) 6/4 6/2 William GRANT (USA) / Tyler ZINK (USA) 

Quadra 2

Clara TAUSON (DEN) [14] 3/6 7/5 6/3 Manon LEONARD (FRA)

Nick HARDT (DOM) [12] 3/6 7/6 (7/4) 6/4 Nicolas MEJIA (COL) [1]