X

A possibilidade de visitar a família foi que manteve Cuevas lutando em São Paulo

Sexta, 02 de março 2018 às 16:35:00 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Por Ariane Ferreira -  Após vencer o argentino Leonardo Mayer em duelo de quase três horas de duração pelas quartas de final do Brasil Open, o uruguaio Pablo Cuevas confessou que a oportunidade de poder visitar sua família o manteve na partida.



"A verdade é que sim", abriu a conversa com os repórteres concordando que a partida lhe foi muito sofrida. "Jogamos um jogo lindo, apesar de que passamos por apertos em quadra, quando você sofre um pouco, tem match-points, tive vários no tiebreak do segundo. Ele começou a saca bem no terceiro set, tive um brakpoint, que perdi por pouco de precisão, mas sai vitorioso na oportunidade que tive no tiebreak do terceiro", resumiu a partida..

Cuevas revelou que se lamentou muito pelos quatro match-points perdidos no tiebreak do segundo set, mas porque os perdeu por "não fazer nada" e celebrou o fato de manter-se no terceiro set.

A motivação para buscar a vitória no terceiro set veio da família: "A todo momento sabia que esse jogo era importante pra mim, porque poderia sair classificado à Indian Wells e chegar ao último momento [antes do inicio da chave]. Gostaria de ir pra casa e vencendo esse jogo eu poderia ir para casa ao menos por um dia e isso me deu vontade de seguir adiante. Foi isso que não me manteve calmo, mas me deu vontade de vencer".