X

Toni: 'Grama é o piso favorito de Rafa. Não à toa tem 5 finais em Wimbledon'

Terça, 10 de junho 2014 às 12:24:35 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
O tio e treinador de Rafael Nadal, Toni, concedeu entrevista ao programa de rádio Planeta Tenis onde falou dos problemas enfrentados pelo sobrinho em Roland Garros, que a grama é o piso favorito do sobrinho e revelou: "Queremos limpar a imagem das últimas campanhas em Wimbledon".

A entrevista concedida por telefone desde Mallorca foi iniciada sobre a visão da equipe sobre suas conquistas: “Já temos conhecimento do que Rafael conquistou. Tenho um bom tempo de tênis, experiência como treinador, vi muitos dos grandes ao qual ele já superou. Rafael tem consciência de o quanto custa vencer um jogo, um torneio, ele já sabe valorizar suas conquistas e não se pressiona”, disse o treinador.

Sobre a emoção de conquistar o nono título em Roland Garros, Toni disse que entendia o choro do sobrinho em quadra, pois era a mesma emoção que sentia: “(Nós) Sabíamos que estávamos no último vagão, em virtude dos problemas físicos que Rafael vinha tendo e que nos diziam que ou ganhávamos bem aqueles jogos ou seria quase impossível vencer em um quinto set. Então, quando você sabe que está no limite, se faz um último esforço e deu certo”.

Toni destacou que Rafa, durante a final, teve cãibras fortes nas duas panturrilhas a partir do terceiro set e creditou ao calor e a umidade de Paris o problema do sobrinho e os desconfortos estomacais de Novak Djokovic durante o jogo.

Perguntado sobre a cobrança de ultrapassar Pete Sampras em número de títulos do Grand Slam para chegar a Roger Federer, Toni descartou que a equipe um dia tenha pensado nisso: “Nunca me preocupou superar nenhuma marca. Nunca cobrei a Rafael no torneio ou antes dele que ultrapassem algum recorde. Quando acaba o torneio é que se pode valorizar essas quebras de barreira ou não", opinou.

Rafa já está em Halle, na Alemanha, treinando sobre a grama e em busca de melhorar a imagem das últimas temporadas sobre o piso: "Esse esporte não tem outro remédio. Ontem ele venceu um torneio grande, hoje está treinando em outro completamente diferente. Ele tem que estar sempre focado. Nas últimas edições em Wimbledon, Rafael não foi bem, precisa limpar um pouco desta imagem agora”, determinou o tio e treinador.

Questionado por Rafa competir em um piso que "não é muito a dele", Toni interrompeu a equipe do programa para ressaltar: “(A grama) É a superfície preferida de Rafa. Não à toa ele fez cinco finais lá em Wimbledon. Não fez isso em nenhum outro slam que não Roland Garros. Obviamente ele não fez boas participações nos últimos anos, mas ele quer jogar bem aí", finalizou.