X

Pronta pro que der e vier, Sharapova avisa: 'Ainda tenho fome'

Quinta, 05 de junho 2014 às 16:25:54 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Após garantir-se em sua terceira final consecutiva em Roland Garros, a russa Maria Sharapova conversou com a imprensa e revelou que ainda tem fome para a competição. Sharapova falou das dificuldades que vem tendo nos inícios dos jogos e de sua força mental para virar partida.

A russa, que vem com três jogos em sequência perdendo o primeiro set e precisando virar o placar foi questionada porque isto vem acontecendo: "Eu adoraria fechar jogos em dois sets e rapidamente", começou explicando aos jornalistas. "Mas se precisar três horas de jogo, três sets, estarei pronta pra isso. É claro que vencer mais fácil e tranquilo melhora até a confiança. Mas a dificuldade imposta: vou lutar até o fim", completou.

Perguntada sobre como se treina para esses momentos de virada, Sharapova explicou: "Eu não acho que isso é uma coisa na qual se trabalha, mas você se prepara para esses momentos. Eu não vou desistir, eu vou até o fim, trabalho duro para que as coisas aconteçam. Não é porque você perdeu o primeiro set e está no segundo com uma quebra abaixo que acabou, isso não é o fim do jogo".

A russa comentou com a imprensa que não há uma única justificativa para que ela tenha perdido o primeiro set nas últimas partidas: "Cada jogo aconteceu de uma forma", minimizou.

"Em alguns momentos do jogo joguei com muita fome, achando as brechas. No discorrer do jogo, fui ficando melhor: devolução, saque, mais agressiva. Conforme perdeu os games ela se sentiu mais pressionada. No segundo set consegui parar seu ímpeto, e no terceiro joguei com mais confiança", resumiu a partida.

Sem conhecer a rival da final, Sharapova apenas comentou que segue com muita fome por títulos e que isso independe de ela já ser da geração "antiga". "Ainda tenho fome. Independente da geração, estou lutando sempre para vencer", contou a russa que no fim da coletiva concordou com um jornalista que pontuou que sua movimentação em quadra mudou com o correr dos anos.

Confiante no saibro por ter enfrentado "partidas muito duras na temporada", como pontuou a própria russa, ela entra em quadra neste sábado contra Simona Halep em busca do bicampeonato em Roland Garros.