X

Murray se complica, mas bate Monfils no 5º set e encara Nadal

Quarta, 04 de junho 2014 às 16:55:25 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Andy Murray, número oito do mundo, teve tudo para liquidar facilmente seu jogo de quartas de final de Roland Garros. O britânico abriu 2 sets a 0, mas permitiu a reação do rival e precisou ganhar no quinto set, quase sem luz natural, nesta quarta-feira.

O escocês de Dunblane superou o francês Gael Monfils, 28º colocado, por 3 sets a 2 com parciais de 6/4 6/1 4/6 1/6 6/0 após 3h15min de duração na quadra Philippe Chatrier, a principal de Paris.

Murray, campeão de Wimbledon e vencedor do US Open de 2012, repete seu melhor resultado no Grand Slam do saibro, em 2011, e lutará por sua primeira final diante de Rafael Nadal, número 1 do mundo, que bateu David Ferrer, quinto colocado, por 4/6 6/4 6/0 6/1.

São 19 jogos entre os dois e 14 vitórias do espanhol que ganhou de virada em Roma, na Itália, por 1/6 6/3 7/5 em um grande duelo. São cinco duelos no piso lento e Murray nunca venceu.

O jogo

Murray saiu na frente com 3/0, levou o empate, o jogo seguiu empatado até o último game quando o britânico aplicou winner de forehand para vencer por 6/4.

Na segunda etapa o britânico dominou, abriu 5/0 e não deu margem para o francês fechando por 6/1 em 40 minutos em um último game onde desperdiçou seis set-points e teve ponto polêmico com bola caindo do bolso, árbitro dando o ponto ao francês e muita reclamação.

No terceiro set o jogo ficou equilibrado, Monfils com menor pressão passou a jogar melhor, conseguiu uma quebra no últmo game para fechar por 6/4 incendiando o duelo na quadra central.

Confiante, Gael partiu pra cima diante do passivo Murray e dominou as ações aplicando um sonoro 6/1. Tudo indicava um set set parelho ou favorável ao francês. O árbitro-geral entrou em quadra para consultar os dois já que passava das 21h15 e a noite chegava em Paris. Ambos optaram por continuar e Monfils se desconcentrou, Murray jogou agressivo e consistente abrindo 5/0. Monfils então entregou o jogo e displicente deu de bandeja a vitória para Murray com um pneu.