X

Para Gulbis, retrospecto não conta para duelo contra Djokovic

Terça, 03 de junho 2014 às 17:30:28 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Considerado a surpresa da semifinal em Roland Garros, o letão Ernests Gulbis, 17º do ranking da ATP, se diz relaxado e preparado para o embate contra o vice-líder, Novak Djokovic. Em conversa com a imprensa, Gulbis revelou que Djokovic lhe ensinou o segredo do sucesso no tênis.

Perguntado sobre o que lembrava do tempo em que treinou com Djokovic na academia de Niki Pilic, na Alemanha, quando eram adolescentes, Gulbis revelou que quando chegou à academia Nole já estava lá e em outro nível, comentou que dividiram poucos treinos e era muito difícil vencer o sérvio. "Eu pude vencê-lo uma vez sobre o carpete, que era muito, muito rápido. Não mais que isso".

"Ele é muito profissional, sempre foi. Eu lembro que tínhamos um amigo croata em comum, que se arrumava todo para conversar com as meninas, paquerar, passava perfume, colocava óculos... e eu olhava para Novak e ele estava todo desleixado. (risos) Me lembro que ele me disse: ‘Qualquer um pode ter qualquer mulher no mundo, mas para se ter sucesso no tênis é preciso foco’, me lembro bem disso. E isso foi me dito por um garoto de 15 anos...”, contou sendo interrompido por um repórter: “Você teve foco?”. “Não. Eu não tive”, disse rindo.

Antes de relembrar o momento com Djokovic na adolescência, Gulbis já havia comentado com os jornalistas que demorou a amadurecer em termos de competição. Contou ainda que tudo em sua vida foi muito fácil, ele nunca precisou ir atrás, como agora tem que fazer: “Tudo foi muito fácil pra mim na vida. Tudo vinha até mim, eu não ia buscar. Eu nunca tive problemas na escola, todas as informações me vinham fácil. Mesmo no tênis. Eram assim as coisas. Acredito que estou crescendo", opinou.

Questionado sobre o que fará em seus dois dias de descanso até a semifinal, Gulbis disse bem humorado que não tem nada programado. Brincou que se o treinador autorizar pode ir para a "noite de Paris" ou quem sabe convidar a hispano-venezuelana Garbiñe Muguruza para um drinque.

Sobre a semifinal, o letão disse que está pronto e preparado para jogar amanhã de preciso: "Estou surpreso de como rendi fisicamente hoje. O jogo com Federer foi muito difícil mental e fisicamente. Eu posso jogar amanhã se necessário. Estou preparado sempre"

Falando de ter Djokovic como rival, Gulbis comentou que entrará em quadra sem considerar que bateu favoritos como Roger Federer e Tomas Berdych e que para ele não há passado contra Djokovic: "Pra mim está 0 a 0, não há passado. Sem retrospecto. Eu o venci uma vez, quadra rápida, mas ele estava trocando de raquete e jogando mal. Isso não vai pra quadra comigo. Volto a dizer: 0 a 0".