X

Nadal revela problema nas costas, reclama de árbitro e pede relógio em quadra

Sábado, 31 de maio 2014 às 15:03:21 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Rafael Nadal, número 1 do mundo, não viveu um dia tão bom apesar da vitória por 3 sets a 0 contra o argentino Leonardo Mayer, 65º colocado, na terceira rodada de Roland Garros. O tenista reclamou de dores nas costas, do árbitro e ainda pediu relógio em quadra.

Leia Mais:
Blog - Nadal preocupa e só aumenta o favoritismo de Djokovic
Nadal vence argentino e segue rota de colisão com Ferrer
Promoção Aberto da França - Ganhe uma Raquete!

Nadal jogou com uma proteção na região lombar, local onde sente dores corriqueiramente desde o Australian Open.

“Senti um pouco de dor nas costas, então não forcei tanto no saque. Desde a segunda rodada já não saquei bem. Tive problemas na Austrália, na minha carreira. Espero que desta vez tudo dê certo”, admitiu Nadal que venceu sua 30ª partida seguida em Roland Garros onde busca o octacampeonato.

O espanhol levou uma advertência por demorar a sacar em pleno break-point contra e aproveitou para disparar contra o árbitro francês Pascal Maria: “Com Pascal (Maria, nome do juiz de cadeira), sempre tenho problemas: "Sempre há mais pressão do que o normal, não acho que isso seja lógico. Há juízes que sabem interpretar as regras de forma melhor do que outros enquanto que há alguns muito rígidos e usam o relógio", reclamou o líder do ranking que fez um pedido de algo que já vem sendo discutido no Conselho dos Jogadores, o relógio dentro de quadra.

"A melhor coisa seria um grande relógio em quadra. Se tivessemos a contagem saberíamos exatamente quandos segundos faltariam. É certo que sou lento, admito, mas hoje não. Com este juiz, sempre ganho uma ou duas advertências e tenho que aceitar."

Apesar dos problemas, a avaliação da primeira semana em Paris foi positiva: "Foi uma primeira semana positiva. Fiz três partidas sob controle. Isso é sempre bom. Estar na segunda semana é sempre uma boa notícia e melhor ainda sem perder sets”.