X

Davydenko acena para retirada após queda em Paris

Segunda, 26 de maio 2014 às 19:34:25 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Eliminado na estreia de Roland Garros diante do holandês Robin Haase por 3 sets a 0 com parciais de 7/5 6/4 6/2, o ex-top 3 e atual 92º do mundo, Nikolay Davydenko, acenou para uma possível aposentadoria. Ele não vai jogar a temporada de grama e nem Wimbledon.

"Talvez (eu pare). Não vou dizer agora, mas vou decidir. Meu ranking ficará abaixo dos 100 depois daqui. O que preciso ver é se vou jogar depois daqui de Paris esse ano. O que sei é que não vou para Wimbledon, vou cortar a temporada de grama completamente. Estou na chave de Wimbledon, mas não vou para lá, não tenho interesse em jogar lá", sentenciou o russo que foi campeão do ATP World Finals de 2009.

Davydenko avalia que não se sente bem em quadra desde 2010 quando quebrou o punho. Agora o problema não é esse: "Estou treinando, mas não corro muito, o sentimento é que não consigo fazer o que fazia antes, não consigo correr como antes. Se não corro, cometo erros. Joguei meu máximo hoje e não podia fazer nada, sem pressionar meu rival. Se treino muito duro, começo a ficar com dores. Não consigo manter um nível alto de treinos. Por isso que não estou tendo bons resultados".

O tenista foi questionado sobre o motivo de continuar jogando e respondeu que talvez fosse por conta de seu irmão e treinador, Edouard: "Ele vem me falando para continuar, treinar, tentando me puxar ao limite, mas obviamente está difícil achar as soluções".