X

Almagro minimiza polêmica com Wawrinka: 'Vamos seguir amigos'

Sábado, 23 de fevereiro 2013 às 19:47:17 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Por Ariane Ferreira - Pouco depois de ser eliminado pelo suíço Stanislas Wawrinka na semifinal do ATP de Buenos Aires, o espanhol Nicolas Almagro concedeu uma divertida coletiva de imprensa. Nela, Nico fez questão de dizer que segue amigo do suíço e relembrou o torneio brasileiro.

Bem humorado, Nicolas pediu aos jornalistas que priorizassem as perguntas sobre a partida "que são mais importantes" e prometeu comentar o que pareceu ser uma briga ao final da conversa.

"Acredito que Stan jogou uma grande partida, muito sólido", opinou dizendo que não jogou tão bem. O espanhol explicou que segue sem ritmo: "Me falta um pouco de ritmo, fiz poucas partidas depois da lesão na Austrália. Tive pouco tempo em quadra e para me preparar para competição", afirmou dizendo que aos poucos melhorará.

Nico confessou ter feito uma curta pré-temporada: "Depois da final da copa Davis tirei uns dias com a minha família, pensei sobre a temporada e fui para Miami me preparar estive em Buenos Aires (e também na Bahia) daí fui às pressas para Dubai, tirei uns dias e já era o Australian Open", contou que lembrou das condições na quadra paulistana: "Em São Paulo todas as condições não estavam muito boas, lá tem muita altura, a quadra desviava", disse o natural da Murcia, não usando as condições dos dois torneios como desculpa para os resultados de suas campanhas.

"A América do Sul é um lugar em que está claro que o esporte é como um religião, que as pessoas gostam de aproveitar. O fazem com muita paixão e para a gente é sempre um prazer que as pessoas estejam tão envolvidas, nos ajudem", disse perguntado sobre a torcida local e se havia algum lugar com plateia semelhante.

Sobre o incidente com Wawrinka, que começou no oitavo game do primeiro set com uma grande confusão e discussão entre os atletas e o juiz de cadeira, Nicolas relatou: "São coisas que acontecem na quadra e tem que ficar lá. Acredito que há coisas que devem ficar em uma quadra e esta é uma delas. Stan fala muito bem espanhol, o controla e entende muito bem. Treina em Barcelona. Então, é como alguém que entra em sua casa, sabe o seu idioma e insiste em falar no dele e isso pra mim soou como algo de propósito eu disse a ele, perguntei o que era e não nos entendemos".

"Isso pra gente passa. Então, que fique claro: é justo que ele passe a final hoje. Amanhã pode estar na capa de qualquer jornal "Wawrinka e Almagro quase se pegam". Mentira! Vamos seguir amigos como sempre fomos em toda nossa carreira", finalizou.