X

Federer diz que lidou bem com a fama

Sexta, 22 de fevereiro 2013 às 20:00:01 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Em bate-papo com a agência de notícias Reuters durante sua estada na África do Sul, onde participou de evento de sua fundação, Roger Federer declarou que o caso de Oscar Pistorius não tem comparação com nada. O multicampeão paralímpico é acusado de matar sua namorada.

Federer foi questionado sobre a pressão que o atelta sofre pela fama, mas disse saber lidar bem com a situação. Ele conquistou 17 Grand Slams e soma 302 semanas no topo do ranking.

"Todo mundo lida com a pressão e o estresse de forma diferente. Meu sucesso veio de forma gradual, algo que ajudou, mesmo que eu fosse considerado um grande talento, alguém com potencial a ser o número 1. Então não foi grande surpresa que consegui ser o 1 e ganhar Wimbledon, mas pra mim foi", disse.

"Lidar com a vida de estrela, tapetes vermelhos, sessões de fotos, pessoas que de repente começam a seguir sua vida diariamente, é estranho. Pode ter aspectos engraçados em termos de gostar ou não. Algumas pessoas fogem, outras abraçam, eu achei um meio-termo".

"Mas é perigoso pois as pessoas amam contos de fadas, te colocam pra cima, depois pra baixo. E o mais famoso que você é, mais exageradas são as coisas".

"Me dei conta disso quando me tornei o número 1. Jogava mais ou menos e pessoas diziam que estava muito bem. Daí jogava muito bem e diziam que nunca haviam visto aquele nível. Sempre há um exagero. Infelizmente é esse o mundo que vivemos".

Quando perguntado sobre Pistorius, Federer sentenciou: "É uma história particular, muito difícil, não dá pra comparar a nenhuma outra".