X

Ferrer brilha e aplica virada com pneu em Nalbandian. Wawrinka atropela

Quinta, 21 de fevereiro 2013 às 21:40:54 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Por Ariane Ferreira - O espanhol David Ferrer, quarto do mundo, está firme na defesa de seu título no ATP de Buenos Aires. Enfrentando o favorito da torcida local, David Nalbandian, 93, Ferrer suou mas ascendeu às quartas de final do torneio.

Em 1h31 de partida, que para muitos tinha tudo para ser a melhor do torneio, Ferrer fez 2/6, 6/4 e 6/0 e saiu aplaudido de quadra pela torcida rival, que praticamente lotou a quadra central para apoiar Nalbandian.

Esta foi a primeira virada da carreira do natural de Javea contra o argentino. O confronto direto estava em 8/5 para o espanhol, que venceu o último confronto, a semifinal em Buenos Aires 2012.

Na fase de quartas de final, Ferrer encara o italiano Fábio Fognini, que bateu o argentino Marco Trungelliti em 7/5 e 6/2.

O jogo
No primeiro set Nalbandian iniciou jogando firme, forçando a devolução e contando com erro do chará espanhol para iniciar quebrando o saque de Ferrer. Mandando nas disputas de bola e com excelente movimentação, o argentino abriu 4/1 com duas quebras e administrou o placar.

Impulsionado pela torcida, o natural de Córdoba tentou pressionar Ferrer desde o primeiro game. Entretanto, não contava com a recuperação do rival no jogo. Ferrer passou a ser mais agressivo no segundo set, pressionou o saque do rival e chegou a confirmar saque, no terceiro game, em 40/0. Esta foi a única confirmação de serviço em zero da partida.

Nalbandian sofreu, tentou encurtar as bolas com bons voleios e drop-shots, mas quando não errava, o rival alcançava o golpe. Ferrer obrigou Nalbandian a sacar em seis igualdades no oitavo game da segunda etapa, para confirmar seu saque e pressionar até a quebra e fechar a parcial.

No terceiro e decisivo set, Nalbandian perdeu a movimentação do inicio da partida, passou a errar muito, tentando jogadas de forma afoita e acabou levando o pneu.

Stanislas Wawrinka, cabeça de chave 3 e 17º do mundo, precisou de 58 minutos para atropelar o espanhol Daniel Traver por 6/1 6/4 e vai encarar o espanhol Albert Ramos.