X

Alund se diz um sortudo por enfrentar Nadal

Sexta, 15 de fevereiro 2013 às 23:50:18 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Por Ariane Ferreira - Martin Alund está vivendo uma semana mágica em São Paulo. O argentino costumado a jogar torneios Challenger, conquistou no evento suas primeiras vitórias em torneios de nível ATP e agora encara “o maior da história” no piso, como o próprio diz.

Alund, de 27 anos, não está deslumbrado com a campanha que está fazendo no torneio paulistano e acredita que o trabalho do “jogo a jogo” é o mais importante. Em novembro de 2012 em entrevista ao site argentino El Tênis Que No Vemos, Martin disse que é normal que um tenista de sua idade ainda não tenha alcançado o top 100, local do qual fará parte na próxima semana pela primeira vez.

“A idade dos jogadores mudou. Federer tem 30 anos e se fosse há 10 anos diriam que “ele está velho”, disse na oportunidade, considerando ainda que os jogadores latino-americanos em geral amadurecem mais tarde.

Em São Paulo, o tenista contou que está contando com um pouco de sorte. “É um pouco de sorte, mas a sorte só chega a quem a está buscando. Tenho que trabalhar em quadra para que ela aconteça”, contou.

O argentino revelou que após perder a partida final do qualificatório já estava pensando na viagem de volta para casa, quando foi avisado da desistência de Leonardo Mayer. “Eu não tive muito tempo, joguei no mesmo dia, mas entrei em quadra e tentei fazer o meu melhor”, disse ele que disputa as competições com o apoio da Província de Mendoza, Argentina, e sua família. Atualmente o tenista possui apoio de uma empresa fornecedora de material esportivo, mas passou grande parte de sua carreira custeando-se.

Martin disse estar feliz com o melhor resultado de sua carreira: “Hoje tenho a sorte de estar na semifinal esperando um rival”. Alund confessou-se fã de Nadal, o maior da história do saibro em sua opinião, que é seu piso favorito: “Obviamente que para mim é um exemplo, tomara eu amanhã eu tenha a sorte de enfrentá-lo, que para mim seria um sonho”.