X

Nadal admite jogo comum e espera dificuldades contra Berlocq

Quinta, 14 de fevereiro 2013 às 22:57:00 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Por Ariane Ferreira - Rafael Nadal conversou com a imprensa após vencer o brasileiro João Olavo Souza, o Feijão, em sua estreia na chave de simples do Brasil Open. Rafa nomeou a partida diante de Feijão como ‘normal’ e disse esperar uma partida difícil contra Berlocq nas quartas de final.

Analisando a estreia como um todo, Rafael credita a partida como muito difícil em virtude das condições de jogo em quadra: “As condições de jogo são muito rápidas, muito difíceis, há pouco controle. A bola é muito rápida e custa controla-la. Estamos na altitude e isso faz com que a bola fique ainda mais rápida. O jogo foi igual, a verdade é que pude fazer uma quebra no primeiro set no momento adequado e no segundo também. Chegamos ao final com dois breaks e isso foi suficiente”.

Rafa disse não conhecer Feijão e ponderou que apesar de igual, a partida não foi um espetáculo para a torcida. “Foi uma partida normal. Não acredito que tenha sido uma partida fantástica para assistir. Creio que as condições desta quadra, com a altura e a bola rápida, favorecem a ele”. Rafa disse ainda acreditar que Feijão fez um grande torneio ao furar o quali e vencer na primeira rodada da chave principal.

Feliz por ascender às quartas de final, Rafa considera que a partida diante do argentino Carlos Berlocq será difícil, pois Berlocq tem bons golpes e é experiente no circuito. “Amanhã será uma partida difícil. Berlocq que tem um tempo no circuito e que tem muitos bons golpes do fundo de quadra, um bom saque, pois é um jogador bastante completo”, opinou. Considerando as condições da quadra “como estranhas” , Rafael diz que precisará jogar melhor que na partida desta quinta-feira se quiser chegar às semis.