X

Bolelli concorda com reclamações, mas diz: “Pra mim, quanto mais rápido melhor”

Quinta, 14 de fevereiro 2013 às 21:52:23 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
O italiano Simone Bolleli segue firme na chave do Brasil Open após bater o argentino cabeça de chave três, Juan Mónaco. O italiano concorda com os colegas de que as condições das quadras em São Paulo não são as melhores, mas ponderou que estão favorecendo seu estilo de jogo

“A quadra e abola não são tão boas, a quadra não parece ajustada, a bola quica de um jeito estranho, mas estranha é a bola”, opinou o italiano. “Agora está melhor que nos primeiros dias, a bola é muito rápida e não há como controlar. Pra mim, quanto mais rápido melhor”, considerou.

Bolelli disse ainda que a altitude em São Paulo e a quadra mais rápida que o habitual ajudam seu jogo. Entretanto, Simone acredita que mudanças devem ser feitas “a quadra em que joguei duplas ontem estava terrível. Não condições para os jogadores”, opiniou sobre a quadra 2, interditada pela organização nesta quinta-feira.

O italiano não quer criar expectativas sobre o torneio paulistano, prefere jogar o “dia a dia”. “Preciso manter meu jogo que é agressivo. Não importa se eu vou ganhar ou perder, se trata de ir à quadra e fazer meu jogo”, afirmou.

Bolelli que é visto nas diferentes quadras do Ibirapuera assistindo jogos das chaves de simples e duplas afirmou que gosta de acompanhar jogos em geral.