X

Melo e Soares planejam reeditar parceira visando a Rio-2016

Quarta, 13 de fevereiro 2013 às 22:53:35 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Por Fabrizio Gallas - Em entrevistas coletivas na última terça e nesta quarta-feira, Marcelo Melo e Bruno Soares declararam que estão dispostos a reeditarem uma parceria fixa por pelo menos seis meses visando os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016.

De acordo com ambos, a ideia é jogarem juntos por pelo menos seis meses antes da competição. Soares deu a deixa no bate-papo de ontem: "Eu e o Marcelo estamos nos tornando melhores tenistas juntos, sem estarmos juntos. O que nós vimos é que evoluímos com parceiros diferentes e todas as vezes que atuamos juntos em Copa Davis e na Olimpíada de Londres fomos muito bem não tivemos jogos ruins. E nossa meta é estarmos jogando fixamente na época da Rio-2016".

Marcelo Melo deu mais detalhes: "Daqui por diante a meta é atuar umas três ou quatro vezes por ano com o Bruno em torneios que estivermos juntos, eventos ATP 250. Agora perto da Olimpíada acredito de uns seis meses antes podemos estar juntos de forma fixa."

Em busca do parceiro fixo - Enquanto Soares fixou o austríaco Alexander Peya como parceiro fixo, Marcelo Melo segue à procura de um. Por enquanto seu duplista mais frequente será Ivan Dodig onde atuará nos próximos eventos de Memphis, Delray Beach e os Masters de Indian Wells e Miami: "Estou procurando um parceiro fixo. O lado positivo de se ter um fixo é ter mais chances de ir ao ATP Finals, mas ao mesmo tempo com parceiros diferentes podemos casar jogos melhores pra cada tipo de situação", afirmou o tenista que não gostou de jogar com o indiano Rohan Bopanna e admitiu atuar melhor com Daniele Bracciali na superfície rápida.

Soares e Peya lutam nesta quinta por vaga na semide duplas do Brasil Open enquanto que Melo foi eliminado com Bracciali diante de Thomaz Bellucci e João Souza, o Feijão.